Hangout SUPER LUTAS analisa o histórico UFC 217

Equipe do SUPER LUTAS repercute o feito histórico de St. Pierre, o futuro da divisão dos galos, promessas brasileiras e muito mais

Georges St. Pierre está de volta. Na luta principal do UFC 217, no último sábado (04), em Nova York (EUA), em seu retorno ao octógono após quatro anos inativo, o canadense finalizou Michael Bisping e conquistou o cinturão peso médio do Ultimate, feito que lhe colocou no seleto grupo de lutadores que já se tornaram campeões de duas categorias diferentes na organização.

Veja Também

Bisping elogiou GSP após derrota (Foto: Reprodução/Youtube UFC)
Bisping descarta dar desculpas após revés: ‘GSP foi o melhor e me venceu’
Borrachinha foi elogiado por D. White (Foto: Reprodução/Facebook UFC)
Dana White se empolga com futuro de Borrachinha: ‘Ele será uma estrela’

O evento também foi marcado pela batalha alucinante entre Cody Garbrandt e TJ Dillashaw, válida pelo cinturão dos galos. Em um duelo carregado de muita rivalidade e cheio de reviravoltas, quem se deu melhor foi Dillashaw, que nocauteou o rival e reconquistou o título.

Na primeira disputa de cinturão da noite, Rose Namajunas chocou o mundo ao nocautear de forma brutal a até então invicta Joanna Jedrzejczyk, que ia para sua sexta defesa de cinturão. O show ainda contou com os nocautes dos brasileiros Paulo Borrachinha e Ricardo Carcacinha, que bateram Johny Hendricks e Aiemann Zahabi, respectivamente.

Estes são alguns dos assuntos do Hangout SUPER LUTAS. A partir das 20h (horário de Brasília) desta segunda-feira (06), os membros do SUPER LUTAS comentam os principais acontecimentos do evento do último fim de semana.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário