Em alta, Assunção desafia Dillashaw pelo cinturão: ‘Quero a trilogia’

Com uma vitória e uma derrota contra TJ Dillashaw, Raphael quer que a trilogia aconteça em uma disputa de cinturão dos galos

Assunção e TJ já se enfrentaram duas vezes (Foto:Reprodução/Youtube UFC)

Assunção e TJ já se enfrentaram duas vezes (Foto:Reprodução/Youtube UFC)

O nocaute brutal sobre Matthew Lopez no UFC Norfolk, realizado no último sábado (11), deixou Raphael Assunção em alta na categoria dos galos (até 61kg). Com três vitórias consecutivas, todas em 2017, o brasileiro se sente pronto para disputar o cinturão da divisão, que atualmente está em posse de TJ Dillashaw, a quem Assunção já enfrentou em duas oportunidades, com 50% de aproveitamento.

Veja Também

Assunção aplicou belo nocaute em Lopez (Foto: Reprodução/Facebook UFC)
Vídeo: Assista o nocaute fulminante de Raphael Assunção no UFC Norfolk
Assunção brilhou com nocaute em Lopez (Foto: Reprodução/Instagram UFCBrasil)
Vitórias de Raphael Assunção e Mutante marcam porção principal do UFC Norfolk

“Estou 10-1 na categoria, minha única derrota foi para o atual campeão, então quero a trilogia. TJ Dillashaw, o desafio está feito. Não sou o cara mais falador, mas acho que mereço. (…) Há uma série de novos caras na divisão peso galo. Aqui estou, o veterano, fazendo uma declaração e sendo humilde. Veja se eu recebo uma chance pelo cinturão. Minha única derrota nos galos foi para o TJ Dillashaw. Tenho uma vitória sobre ele. Vamos fazer a trilogia. A primeira luta foi apertada. Na segunda, enfrentei ele vindo de uma inatividade de 16 meses. Nós lutamos e ele me bateu. Agora, ele se tornou o campeão novamente. Eu conheço seu jogo e posso usar diferentes partes do meu arsenal de golpes”, declarou Raphael em entrevista ao UFC, logo após o triunfo recente.

Assunção e Dillashaw se enfrentaram pela primeira vez em outubro de 2013, quando o brasileiro levou a melhor em decisão dividida dos juízes. Quase três anos depois, em julho de 2016, TJ deu o troco no UFC 200, também vencendo por pontos.

No Ultimate desde 2011, Raphael Assunção estreou sendo nocauteado por Erick Coch, na divisão dos penas (até 66kg). O resultado negativo o fez migrar para os galos, onde emplacou sete vitórias seguidas, até perder para o atual campeão. Ao todo, são 10 triunfos e apenas dois reveses na organização.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário