Ronys preparado para encarar Drew Fickett no AFC

A cidade de Manaus se prepara para receber uma edição do UFC em 2012, mas enquanto a maior organização de MMA do mundo não chega à cidade, outro evento de respeito aporta na capital do Amazonas.

O Amazon Forest Combat (AFC) traz como atrações: lutadores internacionais, estrutura de ponta e convidados ilustres como Anderson Silva e Lyoto Machida. Entre os representantes nacionais, destaque para Ronys Torress, enfrenta o americano Drew Fickett em busca de sua oitava vitória consecutiva.

“Estou num ritmo muito forte de luta, com a cabeça boa e bem preparado. Sinto que estou vindo da melhor fase da minha carreira. Agora o maior desafio é bater o peso e ir para a guerra”, comentou o atleta. “Estou estudando ele (Fickett) há um tempo. Temos um jogo parecido, pois ele também gosta bastante de chão. Acho que acabará sendo um duelo de jiu-jítsu contra jiu-jítsu, pois, mesmo sendo wrestler, ele gosta de finalizar. Ele é um cara duro e bastante experiente, mas vai enfrentar um cara cheio de vontade”.

Ritmo de luta é o que não falta ao brasileiro, que não parou este ano. Sua última vitória foi o triunfo sobre Akbarh Arreola no Shooto “Lutando pelo BOPE”, em agosto, no Rio de Janeiro. Natural de Manacapuru, no Amazonas, Ronys comemora a oportunidade de lutar em território familiar.

“Eu gosto muito de lutar no Amazonas e ver a torcida do meu lado. Moro no Rio e já lutei no exterior, e muitas vezes tenho aquela sensação de torcida ‘contra’”, comenta Torres. “Lutar em Manaus dá um sentido maior para buscar a vitória e dar a vida na luta. A responsabilidade de lutar ‘em casa’ é bem maior”.

Ambos Ficket e Torres já chegaram a lutar no UFC. Das quatro lutas previstas por contrato na organização, contudo, Ronys fez apenas duas, com resultados negativos. Seu retorno, segundo o lutador, dependeria de quatro vitórias consecutivas fora do evento. Até agora, foram sete. Para Ronys, contudo, essa próxima luta pode selar seu retorno. Com a iminência de um evento do UFC em Manaus, seu sonho nunca pareceu tão próximo.

“Lutar um UFC em Manaus seria a realização de um sonho ‘ao quadrado’. Se o UFC fizer um evento por lá, imagino que vá buscar atletas amazonenses, o que só aumenta minhas chances”, disse Ronys. “Se eu vencer essa luta e retornar ao UFC, ótimo. Se não, estou feliz também. Quero continuar fazendo chão, vencendo, e esperar a hora certa das coisas. Minha vida está nas mãos de Deus”, concluiu.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário