Técnico pede salário de US$ 15 milhões para Diaz enfrentar Woodley

Richard Perez diz que seu pupilo merece a bolsa milionária por ser um dos atletas mais famosos do mundo

N. Diaz (esq) posa com técnico R. Perez (dir) Foto: Reprodução Facebook Nate Diaz

N. Diaz (esq) posa com técnico R. Perez (dir) Foto: Reprodução Facebook Nate Diaz

Após Tyron Woodley declarar que já assinou seu contrato para enfrentar Nate Diaz no UFC 219, o peso leve segue sem dar as caras para oficializar o combate. E, segundo seu técnico de boxe Richard Perez, só uma oferta milionária fará com que Diaz volte a lutar no octógono contra alguém que não se chama Conor McGregor.

Veja Também

V. Oezdemir postou foto no Twitter treinando (Foto: Reprodução Twitter volkan_oezdemir)
Vítima de Oezdemir alega ter ficado 14 minutos inconsciente após agressão
H. Holm (foto) provocou Cyborg (Foto: Reprodução Facebook Holly Holm)
Holm alfineta ‘resmungo’ de Cyborg sobre testes antidoping
Deiveson já tem duas vitórias no UFC (Foto: Reprodução/Facebook UFC)
Deiveson Alcântara e Morales fazem duelo de invictos no UFC Belém

Em entrevista ao podcast “Submission Radio”, o treinador admitiu que a equipe do norte-americano está esperando a trilogia com o irlandês e disse que seu pupilo merece um salário de US$ 15 milhões (R$ 48 milhões), caso o UFC queria mesmo colocá-lo contra Woodley no último evento deste ano.

“O UFC não quer pagar Nate. Woodley está tentando fazer seu nome, ele quer lutar com os melhores, então ele quer Nate. Mas o UFC não quer pagar Nate, então por que lutar com Woodley? Nós podemos lutar com McGregor, então. Ele diz que já assinou o contrato e Nate não assinou, mas há uma razão para isso. Nate está no topo e precisa ser pago. Ele é um cara do povo e o povo quer vê-lo lutar. Ele é popular como McGregor agora. Então o UFC vai ganhar muito dinheiro e Nate não será pago? (…) Ele merece US$ 15 milhões, fácil. Ele é um astro agora. McGregor está suspenso, não pode lutar agora”, disse Perez, que vê seu pupilo vencendo Woodley, caso a luta saia do papel.

“Eu sei que Nate o venceria. Woodley lutou com caras que não esperavam que ele trocasse com eles. Lawler foi pego de surpresa. Nathan não será surpreendido. Sem lesões, Nate chega lá e é superior ao boxe em relação a Woodley. Woodley é rápido, claro, mas não tem a envergadura e Nate é rápido também. Acredite em mim, quando Nate joga combinações, ele os pega sempre Woodley não tem chance”, encerrou.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário