Cormier pressiona Ferguson a aceitar luta de título com Khabib

Campeão meio-pesado defende chance de título interino para o russo, que é seu companheiro de equipe

D. Cormier (dir) defendeu Khabib (esq) (Foto: Reprodução Facebook UFC Live Italia)

D. Cormier (dir) defendeu Khabib (esq) (Foto: Reprodução Facebook UFC Live Italia)

Além de campeão meio-pesado, Daniel Cormier também é um dos principais comentaristas do UFC. E foi nessa qualidade que o norte-americano criticou duramente Tony Ferguson, dono do cinturão interino peso leve, por ter rejeitado uma luta com Khabib Nurmagomedov. Marcado para enfrentar Edson Barboza no UFC 219, o russo revelou que o UFC ofereceu uma substituição para que ele pudesse enfrentar Ferguson ao invés do brasileiro, mas disse que “El Cucuy” rejeitou a oferta.

Veja Também

N. Diaz (esq) posa com técnico R. Perez (dir) Foto: Reprodução Facebook Nate Diaz
Técnico pede salário de US$ 15 milhões para Diaz enfrentar Woodley
M. Bisping volta a lutar neste sábado (Foto: Reprodução Twitter UFCEurope)
Bisping nega provocações a Gastelum: ‘Não preciso vender nada’
K. Gastelum (foto) recusou luta no Brasil (Foto; Reprodução Facebook Kelvin Gastelum)
Antes de Bisping, Gastelum admite estar de olho em Woodley

E Cormier não gostou da postura do campeão interino, que parece estar disposto a esperar o retorno de Conor McGregor, campeão linear, para uma luta de unificação dos títulos do peso leve.

“Então…Eu entro na academia hoje e Khabib Nurmagomedov vem falar comigo. Ele diz que o UFC quer marcar uma luta entre ele e Tony Ferguson para 30 de dezembro, no UFC 219. Mas ele me disse que Ferguson está recusando a luta. Vamos lá, Tony! Isso não é coisa de um gângster, irmão! Aceite a luta!”, exclamou Cormier através de suas redes sociais.

Ao ser criticado pelo jornalista Ariel Helwani por sua postura excessivamente a favor de Khabib e tentando “passar para trás” Barboza, DC defendeu sua amizade com o russo e reiterou que quer a melhor luta para seu companheiro de equipe.

“Meu ponto de vista é sempre a favor do meu amigo e companheiro de time. Eu ouvi dizer que lhe foi oferecida uma chance pelo título e torci por isso. Não sei que tipo de pressão Tony está enfrentando, mas só quero ver os dois melhores pesos leves do mundo lutando”, explicou o campeão.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário