Anderson Silva e Roy Jones Jr. voltam a se desafiar para luta de boxe

Brasileiro recebeu recado do seu ídolo e disse que os dois têm o "direito" de buscarem a superluta

A. Silva (foto) segue com sonho no boxe (Foto: Reprodução Facebook ufc)

A. Silva (foto) segue com sonho no boxe (Foto: Reprodução Facebook ufc)

Mesmo no meio da montagem de sua defesa para mais um teste antidoping positivo, Anderson Silva parece ter redirecionado seu foco para o boxe novamente. E mais especificamente para uma superluta contra seu ídolo e ex-campeão Roy Jones Jr. Após anos tentando enfrentar o norte-americano no boxe, o brasileiro recebeu o OK de Jones Jr., que também quer que o duelo aconteça.

Veja Também

Do Bronx (esq), Aldo (centro) e Cowboy (esq) confraternizam (Foto: Reprodução Instagram charlesdobronxs)
Aldo, Do Bronx e Cowboy posam para foto após derrotas no UFC 218
M. Holloway postou foto com seus feitos e provocando McGregor (dir) (Foto: Reprodução Twitter blessedmma)
Holloway e McGregor trocam provocações após o UFC 218
M. Holloway (foto) falou sobre legado de Aldo (Foto: Reprodução Facebook ufc)
Holloway exalta Aldo e pede estátua no Brasil: ‘Maior de todos’

Em entrevista ao podcast “The Ask Gary Vee Show”, o boxeador declarou que os dois tentam fechar a superluta muito antes de Conor McGregor e Floyd Mayweather terem se enfrentado, e admite que a abertura desse precedente pode ajudá-lo a conseguir a luta com Anderson:

“Eu e Anderson Silva temos tentado fechar uma luta muito antes de Mayweather e McGregor sequer pensarem nisso. Temos tentado nos enfrentar há nove anos mas eles não o deixam livre para isso. Eu e Anderson poderíamos ter nos enfrentado há muito tempo, quando estávamos no auge. Mas até hoje, eles não nos deixam lutar. Mas como eu sei a importância disso para Anderson, eu estaria disposto a enfrentá-lo até amanhã se o UFC deixasse”, comentou Jones Jr.

Anderson, que tem o boxeador como um de seus maiores ídolos, respondeu a Roy, dizendo que os dois tinham “o direito” de se enfrentarem após tanto tempo ter passado.

“OK, Roy, isso é tudo que eu quero há anos, muito antes de tudo isso ter acontecido. Vai ser um prazer dividir o ringue com você. Tenho muito respeito e admiração por tudo que você conquistou no boxe e todos sabem que esse é o meu grande sonho. Vamos fazer esse evento acontecer. Eu acho que temos esse direito, isso é algo que nós dois queremos fazer. Então vamos fazer acontecer”, postou o brasileiro através de seu Instagram oficial.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário