Técnico confia em inocência de Anderson Silva, mas espera longa suspensão por doping

Preparador físico, Rogério Camões, falou que Anderson deve voltar a lutar apesar da expectativa de um longo gancho

R. Camões (esq.) ao lado de A. Silva (dir.). Foto: Reprodução / Instagram

R. Camões (esq.) ao lado de A. Silva (dir.). Foto: Reprodução / Instagram

Considerado como um dos maiores lutadores de todos os tempos, Anderson Silva teve uma mancha em sua história quando foi pego em um exame antidoping. Desde o anúncio da violação, em novembro, o Spider e todas as pessoas de sua equipe não concederam entrevistas e só se manifestaram através de publicações nas redes sociais. Porém, o preparador físico do lutador, Rogério Camões, quebrou o silêncio e falou sobre o caso. ‘Rogerão’, como é conhecido, acredita na inocência de seu pupilo, revela que o brasileiro não deve escapar de uma longa suspensão.

Veja Também

A. Silva (foto) segue com sonho no boxe (Foto: Reprodução Facebook ufc)
Anderson Silva e Roy Jones Jr. voltam a se desafiar para luta de boxe
V. Belfort se emocionou com irmã (Foto: Reprodução Facebook ufc)
Belfort fala de aposentadoria em carta à irmã desaparecida
Aldo seguirá na ativa (Foto: Reprodução Facebook UFC)
José Aldo quebra o silêncio após derrota no UFC 218: ‘Sempre otimista’

“Eu acredito na palavra dele, porque o Anderson é um cara muito maduro e muito experiente, e tem consciência que não ia usar uma coisa para se comprometer a ser suspenso, manchar a imagem. A gente acredita em alguma contaminação em algum produto ou suplemento. Todos os produtos que ele usou vão ser analisados para a gente comprovar que houve uma contaminação. O processo é lento, não é da noite para o dia, isso requer tempo e investimento, é muito caro”, disse Camões, em entrevista ao programa ‘Revista Combate’.

Apesar de esperar uma punição ao Spider, Rogério garantiu que Anderson ainda voltará a lutar.

“Na vida, quando tiram uma coisa de você, é quando você mais dá valor. A coisa que ele mais quer é lutar. Acredito que ele vai voltar a lutar… Tudo vai se esclarecer. Claro que vai haver uma pena, a gente conhece as regras da USADA e, mesmo que tenha uma contaminação, a responsabilidade é do atleta pelo que ele toma. Como é reincidente, vai (ter) mais. A gente está esperando alguma coisa justamente pra saber qual caminho tomar depois de tudo”, completou o preparador físico.

Pena

Anderson Silva está suspenso preventivamente desde o anúncio da alteração no teste antidoping. Esta é a segunda vez que o lutador é pego em um exame. Em janeiro de 2015, foram encontradas as substâncias drostanolona um anabolizante que atua na musculatura, fazendo com que ela cresça e se torne mais rígida e a androsterona é um derivado da testosterona. Por já ter caído em exame anterior, o Spider poderá pegar um gancho de até quatro anos, caso fique comprovado que ele agiu com má fé.Com isso, Anderson só voltaria a lutar com 46 anos.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário