Na Cidade de Deus, Pulga brilha e nocauteia Uddi Lima no Jungle Fight

Evento promovido por Wallid Ismail inovou ao realizar o show na comunidade carente

O Jungle Fight retornou ao Rio de Janeiro com inovações neste  final de semana. O evento promovido por Wallid Ismail realizou, na noite deste sábado, a edição de numero 33 do show na Cidade de Deus, comunidade carente do Rio de Janeiro.

As quase duas mil pessoas que estiveram no ginásio da comunidade, que ficou famosa pelo pelo filme de mesmo nome, puderam acompanhar bons duelos e vários convidados na platéia.

Na luta principal da noite, o peso leve Alexandre Pulga defendeu sua invencibilidade no MMA com sucesso. Diante de Uddi Lima, o faixa-preta da equipe Nova Geração, que é especialista em jiu-jítsu, não se intimidou com a trocação e com uma potente joelhada nocauteou o oponente no final do primeiro round. Com o triunfo, Pulga, de 32 anos, emplaca sua décima primeira vitória como profissional.

Outro destaque da noite foi a disputa entre os pesos galos Illiarde Santos e Eduardo Kiko. Porém, o aguardo duelo acabou sem resultado. Depois de dominar o primeiro round, Iliarde encaixou uma joelhada na cara de Kiko, que estava de quatro apoios no chão, golpe que não é permitido. Com isso, os juízes decretaram a luta como “No Contest” (sem resultado)

Confira abaixo os resultados completos do Jungle Fight 33:

Alexandre Pulga derrotou Uddi Lima por nocaute no R1;

Iliarde Santos vs. Eduardo Kiko terminou sem resultado (joelhada acidental de Iliarde em Kiko, que estava de quatro apoios) no R2;

Rafael Miranda finalizou Peter Simone com um triângulo de no R1;

Neilson Gomes derrotou Elieni Pit por nocaute no R1;

Ildemar Marajó derrotou Willians Santos por nocaute técnico no R1;

Fabiano Fernandes derrotou Átila Lourenço por nocaute técnico no R2;

Leandro Souza finalizou Evandro Silva com uma chave de calcanhar no R1;

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário