Galvão vence Pan de Jiu-Jitsu

Terminou neste Pan-Americano de Jiu-Jitsu, realizado na Califórnia, Estados Unidos. Depois do sábado, que teve o filho de Rickson Gracie, Kron, como o grande destaque (venceu o absoluto marrom com cinco finalizações), no dia derradeiro foram decididos os melhores na faixa preta.

Destaque para André Galvão. O representante da Brasa venceu o meio-pesado na final contra Tarsis Humphreys (Alliance), que sentiu uma contusão no ombro e teve que abandonar a disputa. Já na final do absoluto, finalizou o surpreendente Roberto Tozi, que havia passado por feras como o campeão europeu Alexandre de Souza. Galvão passou para as costas e finalizou com um estrangulamento.

No peso pluma, Carlos Holanda Esquisito (Gracie Barra) fechou a categoria com o companheiro de equipe Samuel Braga. No pena, o campeão mundial Rubens Charles Cobrinha (Alliance) empatou em 2 a 2 com Bruno Frazatto (Brasa), mas superou o adversário nas vantagens.

Entre os leves vitória para Celso Vinicius (Ryan Gracie), que, depois de passar na semifinal por Michel Langhi (Alliance), derrotou o outro representante da equipe de Fábio Gurgel na final, Lucas Lepri, por 4 a 2. No peso médio, Gustavo Campos (Rickson Gracie) aplicou um leglock para levar o ouro na final contra Otávio Souza (Gracie Barra).

Rafael Lovato (Saulo Ribeiro) levou a bandeira norte-americana ao posto mais alto do pódio. Na final do pesado, o faixa preta passou por Roberto Tussa (Gracie Barra) pelo placar de 6 a 0. Radicado nos EUA, Roberto Cyborg (Nova Geração) segue a seqüência de vitórias no país e leva o título da categoria superpesado. Na final, contra Arthur Jacinto (UGF), anotou 2 a 0 no placar. No pesadíssimo Luiz Big Mac (Godói JJ) venceu mais uma depois de passar por Bruno Paulista (Gracie Barra) por 2 a 0.

Deixe seu comentário