Strikeforce vai acabar com a categoria dos pesados em 2012

O evento do Strikeforce que acontecerá em março de 2012 não marcará apenas o término do torneio dos pesos pesados. O presidente Scott Coker anunciou em coletiva de imprensa nesta quinta-feira que a divisão será extinta da organização:

“Nós vamos nos focar nas outras categorias de peso. Temos uma grande divisão dos leves, meio-médios, médios e meio-pesados. Vamos também focar nas categorias femininas. O que você verá após o evento com a final do torneio entre Josh Barnett e Daniel Cormier, verá mais uma luta entre o vencedor e um peso pesado de elite. Depois disso nós vamos voltar o foco para as demais categorias de peso.”

A divisão dos pesos pesados já foi a “menina dos olhos” do Strikeforce. Com nomes de peso como Fedor Emelianenko, Alistair Overeem, Fabricio Werdum e Andrei Arlovski, a organização esperava bater de frente com o UFC na categoria mais nobre dos esportes de combate. Porém alguns fatos levaram à derrocada da divisão.

Contratado a peso de ouro como carro-chefe para impulsionar a audiência, Fedor não se firmou no evento americano. Perdeu três lutas seguidas e não teve o contrato renovado. A compra do Strikeforce pela Zuffa, empresa dona do UFC, também colaborou com a queda, já que nomes como Overeem e Werdum migraram para o maior evento do mundo.

Sobre o futuro dos demais contratados da categoria, nada foi anunciado de forma oficial. O caminho natural seria a passagem de alguns para o UFC, assim como aconteceu quando a Zuffa encerrou as divisões dos meio-pesados, médios e meio-médios do WEC.

Foto: Sergio Non/USA Today

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário