Miguel Torres pede desculpa por piada sobre estupro e retorna ao UFC

O peso galo Miguel Torres havia sido demitido do UFC, no início de dezembro, após fazer uma piada sobre estupro no Twitter. Mas nesta quarta-feira, o presidente da organização, Dana White, voltou atrás e anunciou a recontratação do norte-americano.

De acordo com o dirigente, Torres, que publicou um pedido de desculpas em seu site oficial, doou dinheiro a centros de auxílio a vítimas de estupro e os visitou como voluntário. O ex-campeão do WEC também passou por aulas de sensibilidade.

“Ele tratou suas ações como um homem”, disse White, durante a coletiva de imprensa do UFC 140..

Torres tem 40 vitórias, quatro derrotas e é ex-campeão dos pesos galos no WEC. O faixa-preta, que foi aluno do brasileiro Carlson Gracie, vem de três vitórias em quatro lutas, sendo a última sobre Nick Pace no UFC 139, em novembro.

 

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário