Judô: Campeões mundiais passam invictos pela primeira fase

As duas grandes estrelas da Copa do Mundo de Belo Horizonte, os campeões mundiais Teddy Riner, da França, e Luciano Corrêa, do Brasil, não tiveram problemas para passar invictos pelas lutas da manhã desta segunda-feira. Os combates recomeçaram as 18 horas

Categoria mais disputada da competição brasileira, os pesados (+ 100 kg) tiveram uma série de bons combates. Riner venceu as duas lutas que disputou por ippon. Na primeira, venceu o brasileiro Luiz Carmo por ippon em apenas 14 segundos. Na segunda, o reserva do time olímpico brasileiro, Walter Santos, ainda equilibrou o confronto, mas foi superado, também por ippon.

Na outra chave, o brasileiro João Gabriel Schlittler teve problemas. Contra o atual vice-campeão europeu, o italiano Paolo Bianchessi, ele resistiu até o Golden Score, mas acabou derrotado. Contra o francês Pierre Robin, ele quase foi imobilizado, mas venceu, também na morte súbita.

Como Bianchessi venceu Robin em sua última luta pela manhã, Schlittler enfrenta Riner na semifinal. Bianchessi disputa uma vaga na final contra Walter Santos.

Luciano Corrêa já está nas semifinais dos meio-pesados. Ele venceu na estréia o austríaco Franz Birkfellner – que teve a brasileira Fabiane Hukuda como técnica – e em sua segunda luta, o francês Christof Humbert não competiu, lesionado. Na semifinal, enfrenta o brasileiro Leandro Gonçalves.

Na outra chave, a estrela é o francês Frederic Demontfaucon, campeão mundial em 2001. Ele venceu com facilidade Marcos Lima na estréia e enfrenta o reserva do time olímpico brasileiro, Leonardo Leite, por uma vaga na decisão.

Entre as mulheres, Érika Miranda (52 kg) está invicta e só vai lutar uma vez à noite. Se vencer, ela garante o título contra a atleta do Peru Leslie Gimenez.

Já Sarah Menezes (48 kg) perdeu para a cubana Zaylin Risguet, mas foi às semifinais como segunda do grupo. Ela enfrenta a santista Andressa Fernandes à noite. Risguet, por sua vez, encara a brasileira Isabelle Lima

Deixe seu comentário