Lesionado, João Gabriel é nova baixa na Copa do Mundo de judô

O carioca João Gabriel Schlittler não vai disputar a semifinal da Copa do Mundo nesta segunda-feira, em Belo Horizonte. O atleta da categoria pesado sofreu uma lesão no joelho direito e sua participação no torneio foi vetada pelo médico da seleção brasileira, Breno Schor.

Classificado em segundo lugar no seu grupo pela manhã, João Gabriel deveria enfrentar o francês Teddy Riner nesta noite para decidir uma vaga na decisão do torneio. A lesão ocorreu na derrota para o italiano Paolo Bianchessi, na primeira luta do brasileiro no torneio. Machucado, ele ainda venceu duas lutas.

“A lesão não é grave, mas ele está na mesma situação do Tiago Camilo. Ele entraria se protegendo e outra região iria ficar vulnerável. Para evitar que ele se machuque em outro lugar, é melhor não arriscar”, explicou Schor.

Como não pode entrar no tatame, o atual campeão mundial da categoria, Riner, avança à final e espera pelo vencedor do confronto entre Walter Santos e Paolo Bianchessi para saber com quem decide a medalha de ouro.

Schlittler irá realizar um exame de ressonância nesta semana para saber a real gravidade da lesão. A expectativa de Breno Schor é que ele se recupere a tempo para a disputa da Copa do Mundo de Moscou, na Rússia, no final do mês.

Com o ocorrido, o atleta se junta à já extensa lista de judocas da seleção brasileira com lesões. Além de João Gabriel, os campeões mundiais João Derly e Tiago Camilo também foram baixas pelo mesmo motivo. O primeiro rompeu os ligamentos do pé direito e o segundo sentiu uma entorse no joelho esquerdo.

Leandro Guilheiro nem mesmo foi para Belo Horizonte, com gastrite causada por uma infecção alimentar. Até mesmo a seleção reserva está com problemas de lesão. Segundo a Confederação Brasileira, Alexandre Lee, Vânia Ishii e Danielle Zangrando não competem na Copa do Mundo por lesões.

Deixe seu comentário