Judô: Brasil fecha classe feminina com dois ouros na Copa do Mundo de judô

As judocas da seleção olímpica brasileira mostraram força nesta segunda-feira. Érika Miranda (-52kg) e Sarah Menezes (-48kg) venceram suas categorias e encerraram a disputa feminina da Copa do Mundo de judô com mais duas medalhas de ouro para o Brasil – em toda a competição foram quatro ouros para as mulheres.

Sem nenhuma dificuldade, Érika garantiu o primeiro lugar com 100% de aproveitamento: a brasileira venceu suas quatro lutas por ippon e chegou ao bicampeonato do torneio de Belo Horizonte.

A luta que coroou o primeiro lugar de Érika nesta noite foi contra a cubana Leslie Gimenez, que mostrou pouca resistência para a quinta colocada no mundial do ano passado, no Rio de Janeiro.

Já Sarah Menezes não teve a mesma facilidade da companheira. Na final, ela enfrentou a cubana Zaylin Risguet. Pela manhã, a brasileira tinha perdido no golden score. Assim como na primeira luta, a piauiense levou perigo nas passagens de solo, mas a luta terminou no tempo normal empatada outra vez.

Depois de mostrar mais movimentação ao longo do golden score, Sarah Menezes conquistou um koka, que foi suficiente para conquista do ouro. “Ela (a cubana) será minha adversária no Mundial júnior e é bom ter experiências como essa, conhecer como cada uma entra. Mas essa luta provou que o físico tem que estar sempre em dia. Tenho que ter gás não só para agüentar a luta, como para ter força para colocar os golpes no final”, disse a piauense.

As medalhas de bronze na categoria até 48kg ficaram com Isabelle Lima e Andressa Fernandes, reserva olímpica do meio-leve, que lutou um peso abaixo em Belo Horizonte. Já na categoria até 52kg, os bronzes ficaram com Giulia Penalber e Pineda, da Costa Rica.

Deixe seu comentário