Weidman provoca Anderson: “Se eu colocar a mão nele, a luta acaba”

Chris Weidman não esconde a obsessão para enfrentar Anderson Silva. O norte-americano, que está invicto no MMA com nove vitórias, é considerado por muitos como a maior ameaça para o reinado do brasileiro na categoria de médios do UFC. Mas uma lesão no joelho e  a negativa do Spider e dos seus empresários em aceitar o duelo, alegando falta de experiência do desafiante, adiaram o possível duelo.

Apesar da negativa de Anderson, o norte-americano não leva o que foi dito para o lado pessoal e diz entender a razão o duelo não ter sido aceito em 2012.

“É desagradável ler o que os empresários de Anderson Silva dizem sobre eu não ser uma boa luta, mas isso é um negócio, e eu entendo o que eles estão fazendo. Não levo para o lado pessoal, mas treino ainda mais e fortaleço o meu objetivo de ser campeão. Eu posso vencer Anderson Silva, e sei que fiz por merecer essa luta”, disse Weidman, que não deixa de provocar o campeão.

“Entendo o que eles dizem, porque sei que sou uma luta terrível para Anderson Silva. Se eu colocar minhas mãos nele, a luta acaba. Vou nocauteá-lo. Eu realmente acredito no que estou dizendo, não sou um novo Chael Sonnen. Acredito que posso acabar com essa luta”, completou.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário