Adversária se recusa a enfrentar atleta transexual no MMA

Fallon Fox tenta renovar sua licença de lutadora após o caso da transexualidade ter sido divulgado

Suposta transexualidade de Fox Fallon vai ser avaliada nos próximos dias. Foto: Facebook / Reprodução

Adversária de Fox Fallon (foto) diz que não gostaria de enfrentar uma transexual. Foto: Facebook / Reprodução

O caso da transexual Fallon Fox, que busca junto as comissões atléticas dos Estados Unidos o direito de lutar entre as mulheres, ganhou mais um capítulo, nesta quinta-feira (28). Depois da brasileira Cris Cyborg revelar que não teria problema em medir forças diante de Fox, Peggy Morgan, lutadora que enfrentaria Fallon no Championship Fighting Alliance, mostrou desconforto com o caso.

“Socialmente ela é uma mulher. Mas eu quero entrar no ringue com essa pessoa? Será que eu acredito que ela não tem nenhuma vantagem física sobre mim? Eu não estou convencida, e eu realmente acredito que ela tem vantagens. Tenho certeza de que ela quer se enxergar como uma grande lutadora, mas acho que muito do sucesso dela tem a ver com o fato de que ela tem vantagens”, disse Morgan em entrevista ao site norte-americano “MMA Junkie”.

“Eu entendo porque as pessoas estão apoiando Fallon e concordo que é importante lutar pelos direitos dela, mas acho que também é importante proteger a segurança das outras mulheres do evento. Até que eu receba provas conclusivas de que uma luta com Fallon seria justa, eu não vou entrar no ringue com ela”, completou a lutadora.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments