Herb Dean revela: ‘Quando Anderson caiu, achei que era mais uma de suas encenações’

Árbitro da luta contra Chris Weidman também comentou o comportamento do Spider no octógono

Neste momento, Herb Dean já não tinha mais dúvidas de a luta tinha acabado. Foto: Josh Hedges/UFC

Neste momento, Herb Dean já não tinha mais dúvidas de que a luta tinha acabado. Foto: Josh Hedges/UFC

A postura de Anderson Silva no octógono visando desestabilizar seu adversário, com a guarda baixa e as simulações, quase confundiu o alvo errado. Em entrevista ao site MMA Junkie, Herb Dean, juiz responsável pelo combate em que Anderson acabou derrotado por Chris Weidman no UFC 162, comentou sobre o comportamento do brasileiro e revelou que ficou em dúvida se o Spider havia mesmo sido nocauteado ou estava apenas fingindo.

“Não me incomodou em nada. Se era aquilo que ele (Anderson Silva) queria fazer, por mim tudo bem. Cada um tem suas próprias razões para fazer o que faz lá dentro. Ele estava lá para fazer algo espetacular, e desafiou a si mesmo para conseguir fazer o que fez enquanto estava na zona de alcance do seu adversário. Ele estava usando sua estratégia. Mas quando ele foi atingido e caiu, achei que era mais uma de suas encenações, pois era uma cena muito parecida com as que eu já o havia visto fazer. Eu imaginei se era fingimento ou não, e me aproximei para ter uma visão melhor. Quando cheguei próximo a ele e olhei mais de perto, vi que ele realmente estava inconsciente”, disse Dean.

O árbitro, que teve a perna agarrada por Anderson quando o brasileiro se recuperou do nocaute, ainda falou sobre sua surpresa com a forma como o confronto terminou. “Quando dois caras extremamente bem treinados tentam superar um ao outro dentro do octógono, tudo pode acontecer. Mas pela forma como tudo aconteceu, e por Anderson Silva ter sido pego no meio de seus movimentos para desconcentrar Chris Weidman, foi realmente surpreendente”, completou Herb Dean.

No último sábado (6), Chris Weidman impôs a Anderson Silva o primeiro nocaute de sua carreira, no segundo assalto da luta principal do UFC 162, em Las Vegas (EUA). Com a vitória, invicto norte-americano conquistou o título dos médios do Ultimate, que estava com o Spider desde outubro de 2006.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments