Veteranos e conhecidos de longa data, Cub Swanson e Urijah Faber cogitam luta no UFC

Lutadores podem resolver diferenças antigas no octógono do Ultimate em 2022

C. Swanson e U. Faber podem se enfrentar no UFC. Foto: Montagem SUPER LUTAS

Grandes nomes da história dos penas (até 65,7kg.) do extinto WEC, Cub Swanson e Urijan Faber nunca tiveram a oportunidade de medir forças no UFC. Mas, agora, tudo pode mudar. Vindo de vitória expressiva sobre Darren Elkins, em dezembro, ‘Killer Cub’ desafiou o ‘California Kid’ para um combate de veteranos na organização.

PUBLICIDADE:

Veja Também

“Depois de lutar contra vários novatos, eu estava animado para lutar contra Elkins porque era alguém que já existia há um tempo, perto da minha idade. Eu estava tipo: ‘Ah, nós somos dois veteranos, vamos ver quem é o melhor’. Acho que lutar contra Urijah (Faber) é a mesma coisa em um nível semelhante. As pessoas o amam e me amam há anos, então acho que sempre é uma grande luta. Devíamos ter lutado muitas e muitas vezes e nunca o fizemos, então por que não agora? Deveríamos fazer isso por um cinturão extinto do WEC. Eles fizeram o cinturão ‘BMF‘, então por que não?”, sugeriu Swanson em entrevista ao ‘MMA Junkie’.

Logo em seguida, em seu canal no ‘YouTube’, Faber tratou de responder o desafio de Swanson. Apesar de não atuar desde dezembro de 2019, o ‘California Kid’ parece ter gostado da sugestão e deixou a oportunidade de retornar em aberto.

PUBLICIDADE:

“Eu sei que ele quebrou a mão, isso pode me dar tempo suficiente para treinar. Ele pode lutar nos galos. Deveríamos nos enfrentar em 2004, no ‘King of the Cage’ por US$ 1 mil dólares, mas isso nunca aconteceu. Então, ‘Cubby’, estou honrado por ser sua luta dos sonhos. Portanto, talvez tenhamos que descobrir quem é o ‘Rei da Califórnia’, pois eu não sei”, respondeu Faber.

Aos 36 anos, Cub Swanson vivia momento delicado com cinco tropeços em suas últimas sete apresentações. Porém, em dezembro de 2021, o lutador conseguiu um nocaute arrasador sobre Darren Elkins e voltou ao caminho das vitórias na organização. Em sua carreira, são 27 resultados positivos e 12 negativos.

PUBLICIDADE:

Profissional desde 2003, Urijah Faber conta com um cartel de 35 triunfos e 11 reveses em seu cartel. No passado, o norte-americano chegou a anunciar sua aposentadoria em 2016, mas retornou em 2019 com vitória Ricky Simon e derrota para Petr Yan. Apesar de nunca ter sido campeão, ele é um membro do ‘Hall da Fama’ do UFC.

PUBLICIDADE:

Podcast #45: Volkanovksi sem desafiante e brasileiros no 1º UFC do ano