Em má fase e perto do fim do contrato com o UFC, Greg Hardy desabafa sobre possibilidade de saída

Uma das estrelas do UFC 270, ex-NFL entende risco de corte, mas se diz grato pela oportunidade de atuar na organização

G. Hardy em vitória pelo UFC. Foto: Reprodução/Instagram @ufc

Representante dos pesados (até 120,2kg.) do Ultimate, Greg Hardy pode se despedir da organização no próximo fim de semana. Em má fase e perto do fim de seu contrato com a empresa, o atleta entende que pode ser cortado, caso perca o duelo contra Alexey Oleynik no UFC 270. Em entrevista ao ‘BJPenn.com’, o ex-NFL desabafou sobre o possível adeus.

PUBLICIDADE:

Veja Também

“Tenho lutado pelo meu trabalho desde que cheguei aqui. Nada é garantido no UFC, na NFL e esta é minha sina. Estou confortável com isso. Nas duas últimas apresentações, estava lutando por um contrato. É um negócio. Muitos desses caras têm lutado a vida toda e não conquistaram nada”, disse o atleta.

Ciente de que pode não renovar com a empresa, em caso de novo tropeço no octógono, Hardy fala com maturidade sobre a possibilidade. Para o atleta, o período em que passou no Ultimate marca positivamente sua vida.

PUBLICIDADE:

“Se eu vencer e não renovarem, agradecerei, porque foi um show incrível. Meus fãs adoraram. Tive um grande momento e seguiremos em frente. (…) Não acho que eu vá perder (contra Oleynik). Se acontecer, e não me chamarem de volta, foi um prazer. (…) Estive em todos os grandes eventos. Foi uma grande jornada”, encerrou.

Profissional no MMA desde 2018, Greg soma 11 lutas na modalidade. Hoje, o peso pesado tem sete triunfos e quatro reveses na carreira.

PUBLICIDADE:

Podcast #45: Volkanovksi sem desafiante e brasileiros no 1º UFC do ano