Falastrão nas redes sociais, Holland usa bom humor para explicar ida para os 77kg: ‘Os médios me bloquearam’

Em nova categoria, norte-americano revela ter sido excluído por nomes como Paulo Borrachinha e Marvin Vettori

K. Holland estreia nos meio-médios em março. Foto: Reprodução / YouTube

Depois de uma temporada sem vitórias em 2021, Kevin Holland fará sua estreia nos meio-médios (até 77kg.) em 5 de março, contra Alex Cowboy. Disposto a repetir o sucesso de 2020, quando venceu cinco lutas consecutivas, o falastrão usou o bom humor para explicar a mudança de divisão. Ativo nas redes sociais, o combatente revelou ter sido bloqueado nas redes sociais por destaques do grupo até 83,9kg.

PUBLICIDADE:

Veja Também

“(Marvin) Vettori me bloqueou. Ele não aguentou as piadas. (…) Paulo Costa (Borrachinha) também me excluiu. Então, foi provavelmente por isso que fui para os meio-médios. Todos os caras dos médios me bloquearam. Preciso de pessoas para provocar”, disse o lutador, em entrevista ao ‘The MMA Hour’.

Brincadeiras à parte, Holland explicou o principal motivo de sua mudança de divisão. O atleta falou com sinceridade sobre o projeto e reforçou que a decisão era um desejo antigo.

PUBLICIDADE:

“Antes de enfrentar Brendan Allen, estava pensando em descer para os meio-médios. Depois, perdi (o confronto) e pensei: ‘Certo, ficarei nos médios e tentarei me recuperar e, na sequência, vou para os meio-médios’. Isso tem sido um projeto de muito tempo. Quando eu era um lutador local, tinha o pensamento: ‘Você quer morrer com fome ou com muita fome?’. Na época, eu não sabia como cortar peso. Então ficava sem comer, tentando chegar ao limite. Quando se chega no UFC, você percebe que há caras grandes cortando peso e eles fazem da maneira correta”, contou.

Em nova realidade, Kevin usou Gilbert Durinho como exemplo. O norte-americano afirmou que uma conversa de bastidores com o brasileiro ajudou na tomada de decisão.

PUBLICIDADE:

“Estava conversando com Gilbert Durinho no saguão antes de um evento e ele me disse: ‘cara, eu corto mais peso do que você. Sou maior e luto nos meio-médios’. Ele costumava atuar nos leves (até 70,3kg.). (…) Tive um corte ruim para os meio-médios uma vez e não quis mais tentar. Agora, temos nutricionistas. Fui ao Instituto de Performance do UFC e eles me liberaram para lutar na categoria até 77kg. Vamos dar um show”, encerrou.

PUBLICIDADE:

Destaque da empresa em 2020, Holland abre a temporada com a obrigação de apagar o retrospecto de três lutas sem vitórias. O lutador será recebido na nova categoria por Alex Cowboy, em uma das lutas do UFC 272.

Podcast #47: Ngannou defende cinturão no UFC 270 e Dana White ‘some’ + Whindersson Nunes luta neste sábado