Josh Barnett será submetido a testes antidoping da WADA para lutar no UFC 168

Ex-campeão dos pesados, que foi pego no antidoping em 2002, teve sua permissão para lutar no UFC 168 sob a condição de exames aleatórios

Josh BarnettJosh Barnett ainda paga o preço por seu passado. Depois ser pego no exame antidoping do UFC, em 2002, o ex-campeão dos pesos pesados perdeu o título ficou afastado da organização durante o longo período. Agora, de volta ao Ultimate, o lutador será o primeiro do evento a ser testado pela WADA (Agência Mundial Antidoping).

Barnett solicitou junto a Comissão Atlética de Nevada, entidade que irá sancionar o UFC 168, o pedido para renovar sua licença de lutador. Mas por seu histórico, ele só será aprovado para lutar no evento se passar por testes de dopagem adicionais. Além disso, Marc Ratner, representante do UFC, afirmou que irá custear os exames de Josh na WADA a um preço de US$ 20 mil, cerca de R$ 44 mil cada.

“Eu sei que cometi erros. Eu me responsabilizo por eles, não importa a situação. Eu tenho 35 anos e nunca vou pedir uma licença para fazer reposição hormonal”, disse o lutador.

Josh Barnnet está escalado para enfrentar Travis Browne no card principal do UFC 168, evento que acontece dia 28 de dezembro, em Las Vegas. Na luta principal da noite, Anderson Silva tenta recuperar o cinturão dos médios diante de Chris Weidman.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments