PFC 3: Sob olhar de Minotauro, ‘Beirute’ vence Frazatto e Edson PC finaliza

Edson PC vence por finalização e se candidata ao cinturão, enquanto Frazatto é derrotado por 'Beirute' por decisão dividida

Edson PC (foto) vence luta principal do Premium Fight. Foto: Reprodução / Facebook

Edson PC (foto) vence luta principal do Premium Fight. Foto: Reprodução / Facebook

A terceira edição do Premium Fight Championship, realizada na última noite, em Campinas, foi quente, repleta de bons combates e resultados polêmicos. Destaque para a vitória de Bruno “Beirute” sobre Bruno Frazatto. Outra grande atração da noite foram as presenças ilustres de Rodrigo Minotauro, Rafael Feijão e Charles “Do Bronx”.

Na luta principal da noite, Edson PC não deu chances a Francisco Júnior e venceu por finalização, no primeiro round. Logo no início do duelo, o atleta da Fight Fitness executou uma excelente queda e ficou por cima. Não demorou muito para ele conseguir a montada e iniciar uma sequência de socos potentes sobre o rival. O golpe de misericórdia veio após um giro mal sucedido de Francisco, que acabou dando as costas para o rival. O faixa preta de jiu-jitsu não perdoou e encaixou o mata-leão. Com a vitória, Edson se credenciou ao cinturão dos pesos-penas do PFC, contra Júnior Assunção.

Bruno Frazatto perde para ‘Beirute’ em decisão dividida dos juízes 

Em uma das lutas mais aguardadas da noite, o atleta do Team Nogueira Bruno Frazatto foi derrotado por Bruno “Beirute”, por decisão dividida. Apesar do grande equilíbrio do duelo, uma decisão do árbitro causou bastante polêmica. No segundo round, quando Bruno Frazatto estava montado sobre o rival, o árbitro ordenou que o combate reiniciasse em pé, alegando falta de combatividade. A decisão desagradou o lutador e o líder do Team Nogueira, Rodrigo Minotauro, que após o duelo reclamou:

“Não concordei com a decisão do juízes, o Frazatto estava na montada, que é uma posição de muita vantagem. Na minha opinião o Bruno Frazatto venceu, achei que ele foi melhor no primeiro e no terceiro round, mas realmente a luta foi bem equilibrada e temos que respeitar a decisão dos árbitros”, reconheceu o astro do UFC.

Os outros dois atletas do Team Nogueira presentes no card não decepcionaram. Considerados os favoritos, Francisco “De Assis” e Magno “Cri Cri” venceram os seus respectivos adversários, Joselino “Índio” e Wellington César, e deixaram o crédito da equipe positivo no evento

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments