Empresário de Israel Adesanya esclarece sobre detenção do atleta em aeroporto dos Estados Unidos

Lutador foi impedido de seguir viagem por posse de um ‘soco inglês’, objeto proibido no estado de Nova York

Israel Adesanya posa ao lado do empresário Tim Simpson. Foto: Reprodução/Instagram

Empresário de Israel Adesanya, Tim Simpson se manifestou após a detenção do cliente no aeroporto de Nova York, na última quarta-feira (17). Na tentativa de esclarecer o incidente, o agente explicou o porquê de o pupilo ter sido impedido de embarcar para a Nova Zelândia, como previsto inicialmente. O atleta foi abordado pelas autoridades por posse de um ‘soco inglês’, objeto proibido no estado norte-americano.

“Israel estava em posse de um presente que foi dado por um fã, que foi guardado na bagagem. Assim que foi abordado no aeroporto, Israel rapidamente dispensou o item e cooperou com as autoridades. Ele cumpriu o protocolo e o incidente arquivado. Agora, ele está a caminho de casa”, divulgou o repórter Ariel Helwani.

PUBLICIDADE:

Veja Também

A situação envolvendo Adesanya aconteceu dias após seu pesadelo vivido no UFC 281. Na ocasião, o nigeriano foi derrotado por Alex Poatan em confronto de reviravolta histórica. O revés rendeu a perda do cinturão dos médios (até 83,9kg.).

Sem previsão de retorno ao octógono, Israel admitiu que buscará uma revanche com o novo campeão. O combatente revelou que tentará o novo confronto, mesmo que o brasileiro não esteja mais sentado ao trono.

PUBLICIDADE:

Leia Mais sobre: , , ,


Confira todos os resultados do UFC Las Vegas 92 Resultados do UFC St. Louis Resultados do UFC 301 Resultados do UFC Las Vegas 91 Resultados do UFC 300