Ronda pede luta contra Bethe Pitbull, mas UFC tem outros planos para campeã

Presidente do UFC Dana White revelou que norte-americana quer o combate, mas Cat Zingano é sua adversária mais provável

B. Pitbull (foto) tem três vitórias em três lutas no UFC. Foto: Reprodução/YouTube

B. Pitbull (foto) tem três vitórias em três lutas no UFC. Foto: Reprodução/YouTube

O desafio da brasileira Bethe Pitbull parece ter instigado a campeã Ronda Rousey. Ainda no octógono, logo após vencer mais uma companheira de treinos de Rousey, Bethe chamou a loira para uma luta e despertou seu interesse. Segundo o presidente Dana White, Ronda queria que Bethe fosse sua próxima desafiante, mas o pedido não condiz com os planos da organização, que vê outros nomes à frente da paraibana na corrida pelo cinturão.

“Vocês conhecem a Ronda. Assim que a Bethe começou a falar ela me mandou uma mensagem de texto e disse: ‘Quero essa luta, quero bater essa garota antes que outra pessoa o faça’. Eu respondi: ‘Calma, garota, você tem outras coisas pela frente ainda’. Então veremos ainda o que vai acontecer. Ronda quer essa luta, então vejamos como as coisas vão trasncorrer”, disse White, durante a coletiva de imprensa do UFC 177, no último sábado (30). O dirigente ainda citou Cat Zingano como a principal candidata a desafiar Ronda, caso ela vença a brasileira Amanda Nunes, com quem luta no próximo dia 27 de setembro.

Apesar da negativa de White sobre a realização imediata do combate contra Ronda, Bethe Pitbull se mostrou bastante animada para um duelo futuro pelo cinturão da categoria. ” Eu adoraria (enfrentá-la) sim. Meu sonho é ser a campeã, é lutar pelo título e ser a melhor do mundo. Eu tenho três lutas no UFC, estou invicta. Eu quero lutar com ela e, se me derem essa oportunidade, vou mostrar que vou fazer uma grande luta e que posso vencer, sim”, afirmou a brasileira, também na coletiva.

Aos 31 anos, Bethe Pitbull está invicta como profissional, tendo vencido as nove lutas de sua carreira. Nos últimos meses, a brasileira tem protagonizado uma grande rivalidade com a equipe “Four Horsewomen” (“As Quatro Amazonas”, em tradução livre), da qual fazem parte Jessamyn Duke, Shayna Baszler, Marina Shafir e Ronda Rousey. Após vencer metade do grupo, Duke e Baszler, a paraibana agora segue no encalço de Rousey, campeã e única “Amazona” restante no UFC.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments