Ex-campeão, Shane Carwin aceita voltar ao UFC por superluta contra Brock Lesnar

Veterano de 39 anos, no entanto, não acredita que Lesnar, hoje no telecatch, voltará ao MMA

S. Carwin (foto) não luta profissionalmente desde 2011. Foto: Josh Hedges/UFC

S. Carwin (foto) não luta profissionalmente desde 2011. Foto: Josh Hedges/UFC

Em 2010, Shane Carwin era campeão interino dos pesos pesados e enfrentou o então campeão definitivo Brock Lesnar pela unificação dos títulos no UFC 116. Após um primeiro round avassalador, Shane acabou sendo surpreendido no segundo round e perdeu a luta por finalização. Mais de quatro anos depois, e oficialmente afastado do MMA desde 2013, o veterano Carwin assegurou que ainda existe uma coisa que o faria abandonar a aposentadoria e voltar ao octógono: a revanche contra Lesnar em uma superluta.

Questionado pelo canal norte-americano “FOX Sports” sobre a chance de reencontrar o antigo algoz, Carwin não pensou duas vezes. “Eu estou dentro. Toda a dor valerá a pena”, afirmou o atleta de 39 anos e que não luta desde 2011, quando foi duramente castigado pelo brasileiro Junior Cigano. Ao falar do desejo de revanche contra Brock Lesnar, Shane também reviveu o drama da derrota em 2010. “Eu quase morri naquela luta. No segundo round qualquer um podia tropeçar e cair sobre mim”, garantiu.

Nas últimas semanas, os rumores sobre uma possível volta de Brock Lesnar ao MMA se intensificaram, após uma entrevista concedida por Jim Ross – ex-comentarista do WWE, evento de pro-wrestling (telecatch) pelo qual o ex-campeão do UFC atua desde que deixou o octógono. Ross afirmou que Lesnar se encontra em ótima forma e que acredita que ele voltará ao Ultimate assim que seu atual contrato se encerrar. Porém, apesar do prognóstico animador e do anseio por uma revanche, Shane Carwin não acredita no retorno do rival. “Ele não vai voltar. Eu nem sei dizer a razão de ele ter esse desejo”, analisou.

Aos 39 anos, Shane Carwin encerrou sua carreira no MMA com um cartel de 12 vitórias e apenas duas derrotas, sofridas justamente em suas últimas lutas como profissional. Ex-detentor do cinturão peso pesado do evento Ring of Fire, Carwin faturou o cinturão interino do UFC em março de 2010 ao derrotar Frank Mir por nocaute ainda no primeiro round.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments