McGregor consola Aldo: ‘Os grandes sempre superam as adversidades’

Após meses de provocações, novo campeão linear dos penas expressa seu respeito ao oponente que bateu em apenas 13 segundos

McGregor conversa consola Aldo após derrota no UFC 194. Foto: Josh Hedges.

McGregor conversa consola Aldo após derrota no UFC 194. Foto: Josh Hedges.

Conor McGregor esbanjou das provocações nos meses que antecederam sua luta diante de José Aldo pelo cinturão linear dos penas do UFC. Contudo, depois de bater o brasileiro em apenas 13 segundos na luta principal do UFC 194, no último sábado (12), o irlandês mudou o tom e pregou respeito ao agora ex-campeão da categoria até 66 kg.

Veja Também

McGregor cumpre ‘profecia’, fatura o cinturão com nocaute em segundos e deixa Aldo chorando
Vídeo: Assista ao nocaute de Conor McGregor sobre José Aldo no UFC 194
‘Difícil de falar se McGregor acertou ou se eu errei’, diz Aldo após rever luta
Vídeo: McGregor tem nocaute idêntico ao de Aldo no início da carreira

“Respeito ao grande campeão que é José Aldo. Os grandes sempre superam as adversidades. Desejo o bem a ele e a sua leal equipe nessa jornada de retorno. Muito respeito a ele”, escreveu o novo detentor do cinturão linear em sua conta no Instagram.

McGregor também aproveitou para relembrar sua longa jornada até chegar ao topo da categoria e agradeceu o imenso suporte de seus compatriotas ao longo da semana em Las Vegas (EUA). “Para o olho nu foram 13 segundos, mas, para minha equipe e família foram uma vida inteira de trabalho para chegar a esses 13 segundos. Obrigado a todos os fãs que viajaram e fizeram da última semana o que ela foi! Os irlandeses são incomparáveis quando se trata de criar uma atmosfera que precisávamos. Estou fascinado para sempre com o apoio do meu país. Nós mudamos o jogo para sempre!”, destacou.

Aos 27 anos de idade, McGregor chegou à sua 19ª vitória na carreira profissional, contra duas derrotas. Só no UFC o irlandês possui seis triunfos, sendo cinco deles por nocaute. Já Aldo sofreu seu segundo revés no MMA, o primeiro em mais de dez anos – sua última derrota havia sido em novembro de 2005, ainda no início de sua carreira.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments