De Randamie esquece de Cyborg e pede revanche com Holly Holm

Nova campeã peso pena foi acusada de ser trapaceira após golpear Holly Holm após o soar do gongo em duas oportunidades

De Randamie quer nova luta com Holm (FOTO: Jeff Bottari/Getty Images)

De Randamie quer nova luta com Holm (FOTO: Jeff Bottari/Getty Images)

Primeira campeã peso pena do UFC, Germaine De Randamie deveria defender seu título pela primeira vez contra a brasileira Cris Cyborg, tida como a melhor lutadora da categoria. A holandesa, porém, tem outros planos.

Após revelar que estava com uma lesão na mão, e por isso, não pensava em voltar ao octógono tão cedo, a holandesa ofereceu a revanche a Holly Holm. As duas se enfrentaram no último sábado (11) pelo título inaugural da divisão, na luta principal do UFC 208.

Veja Também

Holm reclama de socos após o gongo: ‘Perdi o respeito por Germaine’
McGregor e Mayweather chegam a acordo financeiro para superluta
Brunson reclama de derrota polêmica para Anderson Silva: ”Foi ridículo”

Para De Randamie, enfrentar novamente Holm é questão de honra, já que ela foi acusada de ser uma lutadora trapaceira, por ter dado socos após o soar do gongo ao fim de dois assaltos no duelo com a norte-americana. A própria ex-campeã dos galos disse ter perdido o respeito pela nova dona do cinturão do Ultimate.

“Quero dizer que foi um duelo tenso, com muita emoção, e que eu não sou uma lutadora trapaceira. Sempre treinei para lutar até o fim ou até o árbitro interromper a ação. Não dei socos enquanto o árbitro interrompia a ação e não dei um golpe sujo em Holly. Tenho muito respeito por ela e pelo UFC e por isso quero dizer que agora eu acho que devo uma revanche a Holly para ter certeza que a vencedora desse cinturão histórico fique totalmente claro. Holly, vamos fazer isso de novo. Muito respeito”, comentou a nova campeã, por meio de suas redes sociais.

A vontade de De Randamie de enfrentar Holm pode deixar Cyborg em uma situação difícil. Uma das opções é que, caso a brasileira seja mesmo inocentada de acusação de doping pela USADA (como Dana White indicou que acontecerá), ela enfrente Megan Anderson no Invicta. A australiana é dona do cinturão interino do peso pena, enquanto Cris tem o título linear. A vencedora do confronto que unificará os cinturões do Invicta pode lutar depois pelo título do peso no UFC.

 

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário