Vídeo: Lutador sobrevive a estrangulamento por um minuto, mas apaga após fim da luta

Merab Dvalishvili consegue sobreviver a guilhotina aplicada por Ricky Simon, mas médicos interferem e ele perde a luta

Simon venceu Dvalishvili de forma polêmica. Foto: Reprodução / Facebook / UFC on FOX

Uma decisão pra lá de polêmica marcou o fim do card preliminar do UFC Fight Night Atlantic City, evento realizado neste sábado (21), em New Jersey (EUA). Os pesos galos (até 61,2kg.) Ricky Simon e Merab Dvalishvili travaram uma luta insana, disputada do primeiro ao último segundo, literalmente.

Veja Também

Kevin Lee sobrevive a chute de Edson Barboza, abusa das quedas e vence brasileiro no UFC Atlantic City
Thiago Marreta é surpreendido na luta em pé e perde por nocaute no UFC Atlantic City

Dvalishvili vencia a peleja por pontos até o minuto final. Mas ao tentar derrubar Simon para garantir o triunfo na decisão, ele foi pego em uma justa guilhotina. O georgiano mostrou muita valentia e resistência e, mesmo com o golpe encaixado, ele se recusou a bater. Ele movimentou as pernas para se manter vivo e até o gongo soar. Porém, ao terminar a disputa, eles simplesmente apagou.

Os médicos alegaram que Merab ‘dormiu’ ainda durante o combate e todo o esforço foi em vão. Com isso, o triunfo foi para Ricky Simon por nocaute técnico a 5m0s do terceiro round. Assista abaixo o momento inusitado do UFC Atlantic City:

Lutador sobrevive a estrangulamento, mas apaga no fim da luta

Notícias relacionadas