Eddie Alvarez diz não volta a lutar até UFC renovar seu contrato

Ex-campeão dos leves reclama que UFC está fazendo 'joguinhos', para não renovar o seu contrato

Alvarez não lutará até a renovação do contrato (Foto: Reprodução/Facebook/Eddie Alvarez)

Eddie Alvarez está desde dezembro de 2017 sem subir ao octógono. Em sua última luta, o norte-americano nocauteou Justin Gaethje no UFC 218 e seu contrato com o evento ficou perto do fim. Com apenas mais uma luta no acordo, o ex-campeão dos leves garante que não lutará enquanto um novo vínculo seja feito.

Veja Também

Francimar Bodão estreia no PFL em junho na corrida pelo prêmio de US$ 1 milhão
Vídeo: Bruce Buffer é o novo personagem no jogo do UFC
Antecipe suas apostas para o UFC 225 e aumente sua margem de lucro

“Não vai acontecer de jeito nenhum (aceitar uma luta). Não vou lutar até conseguir um novo contrato. A única coisa que conversamos foi que renovaríamos, mas não chegamos a um acordo ainda. Então, acho que não vai ter um oponente ou uma oferta até a renovação. Então, quando chegarmos a um acordo, tenho certeza que terá uma oferta de luta no e-mail. Quero sentar com o UFC e chegar a um acordo. Acho que os melhores caras estão no UFC. Ainda tem alguns que quero enfrentar e ter no meu currículo. Ainda tenho negócios inacabados. O UFC precisa parar de fazer joguinhos, eles sabem o que eu quero dizer”, disse Eddie em uma entrevista concedida ao site MMA Fighting.

De acordo com o lutador, o Ultimate tem o interesse em renovar o contrato, mas nenhuma conversa definitiva foi realizada. A próxima luta do norte-americano seria possivelmente contra Dustin Poirier no próximo mês de julho.

Eddie Alvarez tem um histórico de 29 vitórias e cinco derrotas. O norte-americano teve seu melhor momento na franquia, em julho de 2016, quando nocauteou Rafael dos Anjos e conquistou o cinturão dos leves. Porém, em novembro do mesmo ano, ele foi nocauteado por Conor McGregor em sua primeira defesa de título.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário