Wagnão Gomes derrota Maiquel Falcão na luta principal do SFT 9

No duelo de ex-lutadores do UFC, Wagnão fez valer seu melhor condicionamento físico para vencer na decisão dos juízes

Wagnão (esq.) derrotou Falcão (dir.). Foto: Eduardo Rocha

A nona edição do STF agitou as dependências do ginásio do Hebraica, em São Paulo (SP), neste sábado (19). Os destaque da noite ficou por conta da vitória do mineiro Wagnão Gomes, que venceu o duelo de ‘ex-UFCs’ contra Maiaquel Falcão na decisão dividida dos juízes.

Veja Também

VÍDEO: Assista o nocaute de Henry Cejudo sobre TJ Dillashaw no UFC Brooklyn
VÍDEO: Assista os melhores momentos da vitória de Glover Teixeira no UFC Brooklyn
Glover Teixeira leva susto, mas finaliza Karl Roberson no UFC Brooklyn

“Treinei demais para essa luta, perdi Natal e Ano Novo por ela. Vim muito focado e não enxergava outro resultado, se não a minha vitória. Estou muito feliz e já me coloco à disposição do evento para novos desafios”, disse Wagnão Gomes ainda no cage.

A luta

Wagnão Gomes e Maiquel Falcão protagonizaram um acirrado embate, com muitas alternâncias no controle da luta. Após um primeiro round dominado por Wagnão, Falcão usou de toda sua experiência para crescer no duelo e equilibrou as ações. Porém, apresentando um melhor condicionamento físico, o mineiro, de Viçosa (MG), conseguiu ser levemente superior e levou a vitória na decisão dividida dos árbitros laterais.

Estabili Amato bate Diogines Overeem e mantém invencibilidade

Estabili Amato mostrou porque é considerado uma das maiores promessas do MMA nacional. Depois de um primeiro round muito equilibrado, Amato veio decidido para acabar com confronto e encaixou um surpreendente soco giratório em seu adversário, completando com duros golpes no solo, obrigado, assim, a interrupção do árbitro central.

“Dedico essa vitória aos meus pais e a minha equipe”, comemorou Amato, que conquistou sua nona vitória no MMA profissional.

Alireza Noei vence Gesias Cavalcante em desafio de submission

O duelo entre o brasileiro Gesias Cavalcante e o iraniano Alireza Noei era um dos mais esperados da noite. Gerando muita expectativa, o combate não decepcionou os fãs, que acompanharam sete minutos de um intenso embate de submisson. Ao término da luta, Alireza foi declarado vencedor pelos árbitros laterais.

“Estou muito feliz, agradeço muito a Deus pela vitória”, disse Alireza Noei, que é tetracampeão iraniano de luta olímpica.

RESULTADOS COMPLETOS

CARD PROFISSIONAL

Wagnão Gomes venceu Maiquel Falcão por decisão dividida dos juízes

Estabili Amato venceu Diogines Overeem por nocaute técnico aos 04m11s do R2

Wanderley Mexicano venceu André Mustang por nocaute técnico aos 01m21s do R1

Fernanda Barbosa venceu Paty Borges por decisão unânime dos árbitros

Robson Negão venceu Ewerton Ferreira por finalização (guilhotina) aos 02m07s do R1

Leonardo Buakaw venceu Isaías Simões por finalização (guilhotina) aos 04m33s do R1

Alexandre Sagat venceu Edvaldo Gameth por decisão unânime dos árbitros

Daniel Ungido venceu Leandro Compri por finalização (triângulo) aos 02m21s do R2

João Sorriso venceu Edson Junior por finalização (mata-leão) aos 03m17s do R3

Yoel Jimenez venceu Guilherme Senegal por nocaute técnico aos 04m30s do R1

Jean Matsumoto venceu Fábio Perpetua por nocaute técnico aos 04m09s do R3

CARD AMADOR

Helio Nunes venceu Tiago Dentinho por finalização (guilhotina) aos 01m49s do R2

Adriano Cabeça venceu Wanderson Santos por decisão unânime dos árbitros

Gabriela Vitória venceu Sthefanie Lopes por finalização (armlock) aos 01m57s do R3

Emanuel Souza venceu Richard Martins por decisão unânime dos juízes

DESAFIO DE SUBMISSION: BRASIL X IRAN

Alireza Noei venceu Gesias Cavalcante por decisão dos juízes

Deixe seu comentário