Gesias e Galvão são derrotados no Strikeforce

O Strikeforce realizou na noite deste sábado (9), em San Jose, na Califórnia, mais uma edição de seu evento. Com dois brasileiros em ação, o show não foi bom para os atletas tupiniquins. André Galvão e Gesias Cavalcante acabaram superados por Josh Thomson e Tyron Woodley, respetivamente. No combate principal da noite, Nick Diaz defendeu com sucesso o cinturão dos meio-médios e derrotou KJ Noons na decisão unânime dos juízes.

 

Diaz vence Noons e defende cinturão
Nick Diaz e KJ Noons fizeram uma luta cheia de provocações e muito equilibrada durante os cinco assaltos. Diaz começou melhor o duelo acertando KJ com bons golpes de boxe, que fizeram o desafiante a dobrar o joelho e ser levado ao chão. Recuperado, Noons se levantou e o combate voltou para trocação. No segundo round, foi a fez de KJ controlar as ações. Com melhor distancia, o desafiante acertava mais golpes no campeão que já tinha um corte no nariz. No terceiro e quarto round, foi a vez de Nick acertar os melhores golpes e iniciar as provocações, abaixando a guarda diversas vezes. KJ não deixava por menos e também abria os braços. No último round, sabendo que estava em desvantagem na contagem dos pontos, Noons partiu para o ataque e novamente acertou bons golpes na trocação frança, porém já era tarde. No final, vitória de Nick Diaz na decisão unânime dos juízes.

 

Thomson vence Gesias
Em uma luta bastante movimentada, Gesias Cavalcante e Josh Thomson fizeram o melhor combate do evento. No inicio do primeiro assalto, o brasileiro começou melhor na trocação e ainda em pé, encaixou uma justa guilhotina, mas o norte-americano conseguiu escapar e nos instantes finais ainda castigou “JZ” com socos da guarda e quase encerrou o duelo com um katagatame. No segundo round, foi a vez de Thomson levar a luta para o chão, trabalhar no ground and pound e buscar a finalização. No último e decisivo round, o atleta tupiniquim voltou melhor, conseguiu a queda, montou e trabalhou com bons socos por cima. No final, a decisão ficou na mão dos juízes laterais que marcaram 30×27, 29×28 e 29×28 para Josh Thomson.


Coenen finaliza Kaufman

Na luta válida pelo cinturão feminino até 61 quilos, Marloes Coenen mostrou que também entre as mulheres, só o jiu-jítsu salva, fazendo valer a tradicional gíria entre os praticantes da arte suave. Após ser derrubada algumas vezes por Sarah Kaufman, a desafiante encaixou um belo arm-lock no terceiro round e se tornou a nova detentora do cinturão feminino da divisão de meio-médios.

 

André Galvão é nocauteado

Primeiro brasileiro a subir no octógono, André Galvão tentava emplacar sua terceira vitória no Strikeforce. Porém, o invicto Tyron Woodley mostrou logo no inicio da luta que não estava para brincadeira. Com poucos segundos de combate, o norte-americano trabalhou muito bem os golpes de boxe contra o brasileiro, que tentou se defender atacando as pernas, mas Woodley se defendeu e terminou o castigo no ground and pound, sendo decretado o nocaute técnico.

 

Confira os demais resultados do evento

 

– Nick Diaz derrotou KJ Noons na decisão unânime dos juízes;

– Josh Thomson derrotou Gesias Cavalcante na decisão unânime dos juízes;

– Sarah Kaufman vs. Marloes Coenen;

– Tyron Woodley derrotou André Galvão por nocaute técnico no R1;

– James Terry derrotou Bret Bergmark na decisão unânime dos juízes;

– Josh McDonald derrotou Ron Keslar na decisão unânime dos juízes;

– Jess Bouscal finalizou Luis Mendoza com um katagatami no R2

Deixe seu comentário