UFC anuncia compra do Strikeforce

Dana White

A ZUFFA, empresa proprietária do UFC, deu mais um passo para o monopólio mundial nos eventos de MMA. O presidente do Ultimate, Dana White, surpreendeu o mundo neste sábado ao anunciar a compra do Strikeforce, maior concorrente de sua organização.

“Estamos crescendo em todo o mundo e precisamos de mais lutas. Vamos admitir: o Strikeforce é uma marca que os fãs começaram a gostar e seguir, então fez sentido para nós (comprar o evento). Nosso trabalho é colocar as lutas que os fãs querem ver”, disse o presidente do UFC, em entrevista ao site norte-americano MMA Fighting.

Apesar da aquisição, White afirmou que o Strikeforce não deixará de existir e suas principais estrelas como Overeem, Fedor, Werdum e Henderson não devem lutar pelo UFC em breve.

“Eles têm um contrato a cumprir”, disse Dana, afirmando, porém, que lutadores do Ultimate podem aparecer em algum card do Strikeforce.

O UFC e o Strikeforce eram até este fim de semana os maiores franquias do MMA mundial. Os dirigentes dos eventos chegavam a trocar uma série de provocações para valorizar suas promoções.

Deixe seu comentário