Taekwondo se prepara para criar seleção olímpica permanente

As quatro medalhas conquistadas em 2007 renderam ao taekwondo brasileiro a melhor participação na história dos Jogos Pan-Americanos, mas a equipe não quer parar por aí.

Por isso será realizada, nos dias 9 e 10 de fevereiro, uma seletiva para criar a equipe olímpica permanente. A seletiva reunirá 45 atletas convocados, mas apenas os dois melhores em cada uma das oito categorias continuarão na seleção.

Alguns nomes, porém, já têm lugar garantido: Márcio Wenceslau (-58kg), Débora Nunes (-57kg) e Natália Falavigna (+67kg), que, em dezembro passado, na Colômbia, conquistaram vaga para os Jogos Olímpicos de Pequim. Além destes, Diogo Silva (-68kg) e Leonardo dos Santos (+80kg), que conquistaram medalhas no Pan, também já estão assegurados.

Disputam o evento os vencedores da seletiva nacional aberta, seletiva regional, campeonato brasileiro e Copa do Brasil. O primeiro compromisso da equipe olímpica permanente será na disputa do Campeonato Pan-Americano de Taekwondo, em Porto Rico, no mês de setembro.

Deixe seu comentário