Prestes a disputar o cinturão peso pena, Holm aprova mudança de categoria

Ex-campeã dos galos, Holm disputará o cinturão inaugural dos penas neste sábado (11) contra Germaine de Randamie, no UFC 208

Holm vai disputar o cinturão dos penas no UFC 208. (Foto: Getty Images)

Holm vai disputar o cinturão dos penas no UFC 208. (Foto: Getty Images)

 

Holly Holm tem a chance de fazer história no próximo sábado (11), quando enfrentará Germaine de Randamie na luta principal do UFC 208, no Brooklyn (EUA), válido pelo cinturão inaugural do peso pena feminino (até 66kg). Em caso de vitória, a ex-campeã dos galos se tornará a primeira mulher a conquistar dois títulos em categorias diferentes no Ultimate. Questionada se a mudança de peso foi favorável, a norte-americana garantiu que sim, relembrando a experiência de lutar em categorias diferentes na época em que competia nas regras do boxe.

Veja Também

Holm (foto) criticou lado mental de Ronda Rousey Foto: Divulgação
Primeira algoz de Ronda critica mentalidade da ex-campeã
A Leoa Amanda Nunes quer enfrentar Holly Holm (FOTO: Brandon Magnus/ Getty Images)
Amanda espera vitória de Holm e pede luta pelo título pena
A. Nunes quer disputar o cinturão peso pena do Ultimate. Foto Josh Hedges
Amanda Nunes quer disputar o cinturão dos penas: “Vamos fazer história”

“Quero continuar me sentindo enérgica e sentir que sigo com a mesma disciplina, só não vou ter que perder tanto peso me desidratando. A maioria das minhas lutas (no boxe) foi entre 63 e 67 quilos, e já até lutei com 70. É claro que no boxe é um pouco diferente, não tem tanto clinch, você não tem que se preocupar com wrestling, não tem ninguém caindo por cima de você. Mas com 65,7kg (limite do peso-pena no MMA), ainda me sinto confortável”, declarou Holm, em entrevista ao site do ‘UFC’.

Ao falar sobre o próximo desafio, Holly revelou que fez alguns reajustes nos treinos, mas ressaltou que não pretende protagonizar uma luta ‘emocionante’ para os fãs.

“Para esta luta, estamos com uma estratégia mais ampla. Temos algumas coisas e queremos ver como a luta se desenrola, e espero estar preparada para capitalizar onde quer que a luta vá. Sei que muitas pessoas esperam uma ‘Luta da Noite’, mas, para isso, eu preciso tomar muitos socos. Prefiro ganhar a ‘Performance da Noite’”, concluiu a lutadora.

 

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário