Em desabafo, Anderson Silva pede respeito e crava: “Sou o melhor do mundo”

Em longo desabafo postado em rede social, ex-campeão dos médios rebateu as criticas e exaltou seus feitos do passado

Anderson desabafou contra as críticas recebidas. (Foto: Getty Images)

Anderson desabafou contra as críticas recebidas. (Foto: Getty Images)

Anderson Silva quebrou um jejum de mais de quatro anos sem vitórias – cinco lutas – ao derrotar Derek Brunson no UFC 208, realizado no último sábado (11), por decisão unânime  dos juízes. O feito, no entanto, foi amplamente contestado pela mídia, pelos fãs e até mesmo por Dana White, presidente do Ultimate, que declarou ter visto vitória do norte-americano no duelo.

Quatro dias após a luta, Anderson Silva resolveu se pronunciar sobre a polêmica. Em um longo texto publicado em suas redes sociais, o ex-campeão dos médios rebateu as críticas, pediu respeito pelo legado construído e cravou, sem medo de errar, que é o melhor lutador do mundo.

Veja Também

Anderson (dir) venceu Brunson (esq) na decisão (Foto: Getty Images)
Anderson Silva recebe suspensão médica de 30 dias após o UFC 208
A. Silva (foto) é um dos maiores de todos os tempos Foto: Josh Hedges
Cinco melhores momentos da carreira de Anderson Silva no UFC
Andeson quebrou jejum de quase cinco anos e voltou a vencer no UFC. (Foto: Getty Images)
UFC 208: Anderson Silva vence Brunson, encerra jejum e se emociona

Confira na íntegra o desabafo do Spider:

“Hoje em dia é fácil dizer que a luta é minha raiz, tá chovendo de gente que fala de luta e não sabe o que diz. Por isso, quando subir no octógono, procure primeiro saber quem eu sou, respeite quem chegou onde eu cheguei. Eu cheguei muito bem, sem desrespeitar a ninguém, com muita luta e orgulho no peito. Então, você que fala demais, procure saber primeiro quem eu sou e o que fiz nesse esporte.

Muitos me acham arrogante e prepotente? Posso ser sim e muito mais, não porque fui considerado o melhor lutador peso-por-peso do mundo. Não, não, é pelos meus feitos, é pelo que eu realmente fiz por esse esporte. Quebrei barreiras por todos os cantos do mundo por onde eu lutei, Pride, Shooto, Meca e outros eventos que esses falastrões nunca ouviram falar e não sabem como é. Sou de uma época diferente, quando não tinha limite de peso e nem de tempo. Eu realmente lutava por paixão, não por dinheiro ou fama. Falastrões e lutadores frustrados que lerem esse texto, posso ser arrogante, prepotente e muito mais que isso, sou Anderson Silva, quem fez e faz diferença no esporte. Não tenho medo e não fujo de luta, defendi o cinturão por 10 anos, nenhum dos últimos campeões conseguiu defender por mais de 3 lutas.

Então fica meu agradecimento a todos que gostam de mim e os que não gostam, terão que aceitar que Anderson da Silva, é um fato e não tem como mudar. Sou o melhor do mundo sim! Pra alegria de muitos e tristeza de outros.
Só posso dizer que logo nos vemos nos octógonos da vida”.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário