Gastelum diz que se sente ‘um idiota’ por desafiar Anderson para lutar no Brasil

Após nocautear Belfort em Fortaleza, Gastelum voltará ao Brasil para enfrentar o Spider no UFC 212, no Rio de Janeiro

Gastelum enfrentará Spider no Rio de Janeiro. (Foto: Buda Mendes/UFC)

Gastelum enfrentará Spider no Rio de Janeiro. (Foto: Buda Mendes/UFC)

Após atropelar Vitor Belfort no UFC Fortaleza, no último dia 11 de março, Kelvin Gastelum já tem data para voltar a lutar no Brasil, e novamente contra uma lenda do MMA: ele enfrenta Anderson Silva no UFC 212, no Rio de Janeiro, dia 3 de junho. O confronto, inclusive, partiu do próprio norte-americano, que manifestou interesse em enfrentar o Spider, e, consequentemente, sentiu-se ‘um idiota’ pelo desafio, de acordo com suas própria palavras.

Veja Também

Wand (dir.) enfrenta Sonnen (esq) em junho. (Foto: UFC)
Wanderlei Silva enfrenta Chael Sonnen na luta principal do Bellator 180, em junho
Jacaré está descontente com o UFC (Foto: Anthony Geathers/UFC)
Jacaré cogita aposentadoria se não disputar o cinturão em breve

“Sabe do que mais? Sou um idiota (risos). Não sei por que (querer lutar com brasileiros no Brasil), mas gostei de toda a experiência. O Brasil foi muito bom para mim, os fãs foram espetaculares. Toda a experiência foi sensacional. Vim aprendendo português e meio que invadi toda a cultura brasileira. Estive no Rio de Janeiro e visitei favelas, conheci o verdadeiro Rio e foi incrível o amor das pessoas. Eles são muito apaixonados”, declarou Gastelum em entrevista ao programa “MMA Hour” (EUA).

Gastelum, no entanto, admitiu que ficou surpreso por Anderson aceitar o duelo. Para ele, independente do adversário, o importante é seguir enfrentando os melhores do mundo.

“Sim (fiquei surpreso). Pensei que isso seria um problema, não achava que ele iria assinar. Mas tenho todo o respeito por ele. Não achava que iria aceitar a luta, mas tenho que agradecer pela oportunidade de enfrentar o melhor de todos os tempos. Ele merece todo o respeito do mundo. Eu não esperava, realmente não esperava. Na verdade, esperava a minha vitória e uma grande luta depois, e estou confortável para enfrentar os melhores”, disse Gastelum, que completou afirmando que viu brechas a serem exploradas no jogo do Spider, embora continue o respeitando como lutador.

“Vi a sua última luta e pude ver muitos pequenos buracos em seu jogo. Geralmente a gente encontra buracos nos jogos dos outros, mas Anderson é um animal diferente. É um lutador muito completo e melhor do que qualquer um que já enfrentou. Derek mostrou muito respeito pelo Anderson naquela luta. Claro que ele merece esse respeito, mas uma vez que a grade fecha, é você por você mesmo”, concluiu.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário