Gunnar revela torcida para Demian ser campeão: ‘Sempre torço para ele’

Gunnar, que perdeu para o brasileiro em 2015, admitiu que torce para o brasileiro derrotar o campeão Woodley no UFC 214

Nelson admitiu ser 'fã' de Demian (Foto: Reprodução/Facebook GunnarNelson)

Nelson admitiu ser ‘fã’ de Demian (Foto: Reprodução/Facebook GunnarNelson)

Gunnar Nelson tem desafio marcado contra Santiago Ponzinibbio no UFC Escócia, neste domingo (16), mas o islandês não consegue esquecer outro lutador. Derrotado por Demian Maia no UFC 194, em dezembro de 2015, Gunna admite que gostaria muito de ter uma revanche com o brasileiro, de preferência se o duelo for pelo título dos meio-médios (até 77kg).

Veja Também

D. Maia (foto) enfrenta T. Woodley no UFC 214 (Foto: Reprodução/ Twitter/UFC)
Empresário de Demian lamenta tempo de preparo para Woodley
Mousasi agora é do Bellator (Foto: Reprodução/Facebook/UFC)
Mousasi critica patrocínio único ao falar sobre saída: ‘A Reebok é ruim para o UFC’

“Eu também gostaria de ter a chance de lutar contra o([Demian) Maia em algum momento, esse é o meu pequeno sonho. Gostaria de conseguir desafiá-lo pelo título, se ele conseguir isso. Espero que ele consiga”, declarou, em entrevista ao programa ‘The MMA Hour’ (EUA).

Para o combate acontecer pelo cinturão da categoria, é preciso, em primeiro lugar, que Demian derrote o campeão Tyron Woodley no UFC 214, dia 29 de julho. E se depender da torcida de Nelson, o craque do jiu-jítsu leva vantagem para o confronto.

“Eu acho que ele definitivamente pode (vencer o Tyron Woodley) Acho que sim. Estou sempre torcendo para ele. Quase sempre torço para ele quando está lutando, exceto quando nos enfrentamos. Mas isso não ajudou, não é?([…) Adoraria lutar com ele, definitivamente”, concluiu.

No UFC desde 2012, Gunnar Nelson, 28 anos, soma sete resultados positivos e dois negativos na organização. Ele vem de duas vitórias consecutivas, ambas por finalização, contra Albert Tumenov e Alan Jouban. Seu último revés foi justamente contra Demian Maia.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário