Empresário de Cro Cop recusou combate com Semmy Schilt

O atual momento na carreira de Mirko Cro Cop não é dos melhores. Após vencer o GP absoluto do Pride, o croata se transferiu para o UFC onde sofreu derrotas consecutivas e tendo seu prestigio abalado. De volta aos ringues japoneses, Cro Cop enfrentou na estréia do Dream, Tatsuya Mizuno, um adversário desconhecido e sem expressão, que apesar de reencontrar a vitória não foi poupado de criticas.

O ex-policial se defende dizendo que havia perdido a vontade de lutar nos Estados Unidos e que vinha passando pela maior crise de sua carreira, mas que espera se recuperar no Japão, enfrentando os melhores e voltar ao famoso octógono. Porém, seu empresário, Ken Imai, admitiu em entrevista a revista Kamipro que recusou uma luta contra o holandês tricampeão do GP do K-1 Semmy Shilt, nas regras do MMA.

“Para a primeira luta do Dream, eu rejeitei um plano para uma luta. Não foi decisão do Mirko, e sim minha. Por exemplo: eu disse não para uma luta contra o Semmy Schilt (nas regras do MMA). Para a primeira luta do Mirko no Dream, o Semmy era muito difícil,” disse o empresário.

Deixe seu comentário