Ex-UFC, Jason Miller é condenado a um ano de prisão por vandalismo

Atleta recebeu a punição em consequência de quebrar uma mesa na casa da ex-namorada e violar uma ordem de restrição

J. Miller é condenado a um ano de prisão. Foto: Reprodução/Instagram @mayhemmiller

O ex-atleta do UFC e Strikeforce, Jason Miller, 38, foi condenado pela justiça de Orange County (EUA), a um ano de prisão em consequência de ter quebrado uma mesa de mármore na casa de sua ex-namorada, além de violar uma ordem de restrição. A informação foi divulgada pelo site ‘BJPENN.com’ na tarde desta sexta-feira (19).

Veja Também

De olho no cinturão, Rafael dos Anjos enfrenta Leon Edwards no UFC San Antônio
Jennifer Maia não bate peso e perde 30% de sua bolsa para Roxanne Modafferi
Com compromisso neste sábado, Massaranduba promete espetáculo: ‘Com vontade de brigar!’

A ocorrência que levou à condenação de Jason aconteceu em outubro do ano passado. Na ocasião, além de quebrar a mesa, Miller também fez diversos buracos nas paredes da residência, além de destruir portas e estragar o portão da garagem, segundo relatos dos promotores do caso.

Reincidente

Esta não é a primeira vez que o ex-lutador se envolve nas manchetes policiais. No início de 2018, Jason foi detido portando um colete à prova de balas, além de diversas armas, como espadas, adagas e réplicas de armas de fogo.

Como lutador

Jason atuou como profissional de MMA entre os anos de 1998 e 2016. O norte-americano atuou por três vezes pelo UFC e ao longo de sua carreira enfrentou nomes como Michael Bisping, Ronaldo Jacaré, Robbie Lawler, Chael Sonnen e Georges St-Pierre. Em 18 anos de carreira, Miller conquistou 28 vitórias, 10 derrotas e um combate sem resultado, somando, ao todo, 39 apresentações.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário