Elvis Silva conquista cinturão do Shooto Brasil e pede chance no UFC São Paulo

Atleta da Rio Fighters faturou título dos super-galos na última sexta (23) e agora sonha lutar no UFC

Elvis sonha com chance do UFC. Foto: Divulgação/Deive Coutinho

Uma vitória com “V” maiúsculo. Foi assim que Elvis Batista da Silva definiu sua atuação no Shooto Brasil 94, evento realizado na última sexta-feira (23), no Rio de Janeiro, que lhe rendeu o cinturão dos super-galos (até 63,5kg) da organização. Embalado pelo triunfo contra o ex-campeão do Bellator Marcos “Loro” Galvão, o atleta da Rio Fighters chegou confiante para o duelo contra o mineiro Glyan Alves. E, após três rounds, onde ele conseguiu impor a estratégia traçada por sua equipe, ele teve o braço erguido e o cinturão afivelado em sua cintura.

Veja Também

Filho de Royce Gracie finaliza pela 1ª vez no Bellator 225; Lutadora que protestou pela Amazônia nocauteia
VÍDEO: Assista a finalização de Khonry, filho de Royce Gracie, no Bellator 225

“Foi realmente uma vitória com “V” maiúsculo. Meu adversário era duríssimo e tinha um jogo bem perigoso! Mas trabalhei com paciência e bastante movimentação. A estratégia traçada com o mestre Miltinho Vieira era fazer ele errar e jogar no erro dele. Conquistar o cinturão do Shooto foi um passo importante para minha carreira e espero com isso abrir portas para lutar no UFC ou em outro evento de renome como o Bellator”, disse o capixaba.

Pupilo de Miltinho Vieira, Elvis agora possui um cartel com 17 lutas, sendo 11 triunfos. A vitória no Shooto foi a terceira seguida. Por conta do ótimo momento na carreira, ele espera ter uma chance no UFC, e faz lobby para lutar na edição que será realizada no dia 16 de novembro em São Paulo.

“Minha expectativa agora é de fechar com o UFC. Quem sabe não aproveitam que estão fazendo um card para novembro em São Paulo e me colocam para trabalhar no maior evento de MMA do mundo? Eu estou pronto! Mas, caso não venha o convite, vou continuar treinando forte e estarei pronto para as oportunidades que aparecerem. Mas, repito: ‘UFC, estou aqui’”, concluiu o casca-grossa.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments