Popó encarra carreira com show diante de Michael Oliveira

Com uma atuação que fez lembrar os tempos de campeão mundial,  Acelino “Popó” Freitas se despediu em grande estilo dos ringues. Depois de muitas provocações, o pugilista baiano encarou Michael Oliveira e nocauteou o compatriota no final do nono round.

Com o resultado, Popó – ex-campeão mundial dos superpenas e leves – encerra a carreira com 39 vitórias (33 nocautes) e duas derrotas. Para Michael Oliveira, é a primeira derrota em 18 combates. No entanto, o paulista segue com o cinturão latino dos médios do Conselho Mundial de Boxe.

Popó, 14 anos mais velho que seu adversário, começou a luta tomando o centro do ringue, buscando definir o combate no início. Por sua vez, Michael Oliveira girava ao redor do adversário para evitar os ataques. No terceiro round aconteceu o primeiro knockdown. Popó conectou ótima sequência no oponente, que segurou nas cordas para não cair. O árbitro abriu contagem e Michael foi salvo pelo gongo.

Na metade do combate, Michael, de apenas 22 anos, tentava tomar a iniciativa da luta e venceu alguns rounds, equilibrando a disputa. Mas no nono round, veio o desfecho final. Primeiro, usou um forte soco de direita para derrubar Michael Oliveira, que ainda voltou, mas não suportou a segunda série de castigos. O árbitro paralisou o combate depois de outra queda do paulista e determinou o nocaute técnico.

“Falei para ele que já perdi um título mundial e recuperei. Ele vai crescer também”, disse Popó depois do combate.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário