Cris Cyborg provoca: “Ronda está correndo para não lutar comigo”

A norte-americano Ronda Rousey irá defender o cinturão feminino dos pesos galos do Strikeforce no próximo sábado (18) contra Sarah Kaufman. Mas devido a impressionante ascensão da ex-judoca no MMA já se especula um possível duelo contra a brasileira Cris Cyborg, que mesmo suspensa por doping, é considerada a maior atleta da modalidade.

Cris Cyborg (foto) provoca Ronda Rousey antes de possível duelo

Porém, um duelo entre Cyborg e Ronda só seria possível em um peso combinado, pois segundo a brasileira, que atua na categoria de penas, ela não consegue atingir o limite de peso da divisão de galos.

“Eu realmente quero lutar contra Ronda. Ela diz coisas ruins sobre mim. Eu nunca digo coisas ruins sobre minhas adversárias. Quero fazer o meu melhor no cage, e se ela diz que quer lutar contra mim, ela pode vir à minha categoria ou em um peso combinado até 63,5kg”, disparou Cyborg, em entrevista ao site norte-americano MMA Fighting.

A brasileira Cyborg lembra que a americana já se apresentou na sua categoria de penas e que pode voltar para a divisão de origem para enfrentá-la.

“Ronda começou nos peso pena, mas ela está correndo para não lutar comigo e depois falou um monte de besteira sobre mim. Quero lutar contra a Ronda em breve. Estou muito empolgada para essa luta. E quando estivermos no cage, vamos ver se ela diz alguma coisa. E se disser, eu posso dar um soco nela”, encerrou a brasileira.

Apesar da grande expectativa para o combate, o duelo entre Cyborg e Ronda deve acontecer apenas em 2013, pois a brasileira está suspensa para atuar nos Estados Unidos até dezembro deste ano. Na ocasião, Cris foi pega no exame antidoping realizado após sua luta contra Hiroko Yamanaka, dezembro. Ainda como parte da pena, o Strikeforce tirou o cinturão da brasileira, conquistado em agosto de 2009 ao derrotar a então campeã Gina Carano.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário