Vitor Belfort sobre luta contra Jon Jones: “Será o novo leão contra o velho leão”

Fenômeno não escondeu a felicidade por voltar a disputar o cinturão do UFC

O brasileiro Vitor Belfort ganhou novamente a chance de disputar o cinturão do UFC. O “Fenômeno” subiu para a divisão de meio-pesados para encarar a fera Jon Jones no UFC 152, dia 22 de setembro, em Toronto, no Canadá. E mesmo sabendo da grande fase vivida pelo norte-americano e com pouco tempo para se adaptar a categoria, Vitor revelou que aceitaria lutar até mesmo no UFC 151, que aconteceria dia 1 de setembro, mas acabou cancelado.

“Quando ouvi que o show ia ser cancelado, eu me ofereci”, disse Belfort em entrevista ao site norte-americnao MMAFighting. “Eu disse ‘Lorenzo (Fertitta, CEO e sócio majoritário do UFC), você me conhece, se precisar de mim para salvar o show de lutar contra o Jones… Se alguém se machucou, se você precisar de mim, é só me avisar”, disse Belfort.

Ainda segundo a reportagem, Vitor disse que aceitou o desafio de subir de categoria por respeitar a trajetória de Jones no UFC e  revelou estar feliz com a chance.

“Eu tenho muito respeito por Jon Jones”, disse. “Eu sou muito grato pela oportunidade. Entrando nessa luta, eu sou o velho leão contra novo leão, por isso é muito legal”, encerrou Belfort.

Vitor, que tem um cartel de 21 vitórias e nove derrotas, não luta desde  janeiro, quando derrotou Anthony Johnson por finalização no UFC Rio 2. Por sua vez, Jones, que tem um cartel um histórico profissional de 16 vitórias e apenas uma derrota (por desclassificação) colocará o cinturão dos meio-pesados em jogo pela quarta vez. Em sua última luta, o norte-americano dominou o duelo diante de Rashad Evans no UFC 145, em abril.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments