Deiveson já mira segundo título contra algoz de Aldo: ‘Quero o outro cinturão’

Líder dos mocas, brasileiro reforça desejo de ser dominante também entre os galos e propõe luta na categoria de cima

D. Figueiredo em coletiva pelo UFC. Foto: Reprodução/YouTube UFC

O céu é o limite para Deiveson Figueiredo. Após uma atuação histórica contra Joseph Benavidez, neste sábado (18), pelo UFC Ilha da Luta 2, em Abu Dhabi, quando conquistou o cinturão dos moscas (até 56,7kg.), o paraense não se deu por satisfeito. Na coletiva realizada após o espetáculo, o ‘Deus da Guerra’ pediu uma superluta ao Ultimate e reforçou o desejo de conquistar o segundo título pela organização.

Veja Também

VÍDEO: Assista à finalização Deiveson Figueiredo sobre Joseph Benavidez no UFC Ilha da Luta 2
Deiveson Figueiredo dá show, apaga Benavidez e conquista o cinturão do UFC
Dana White se rende à atuação de Deiveson contra Benavidez: ‘Pura violência’
Massacre sobre Benavidez rende a Deiveson o bônus por ‘Performance’ no UFC Ilha da Luta 2

“Se colocarem uma superluta, ou me derem uma luta nos 61kg. (galos), eu aceito. Eu quero pegar o cinturão de cima agora. Eu estou aqui para defender meu cinturão e quero ser dominante nas duas categorias”, afirmou o brasileiro.

Pensando não só em uma nova luta por título, Figueiredo não escondeu o desejo de se testar contra uma lenda do Ultimate, que já não calça as luvas da organização. Quando perguntado, o paraense confirmou a vontade de enfrentar o antigo campeão, Demetrious Johnson, que hoje atua pelo ONE FC.

“Com certeza seria uma luta que o público gostaria de ver. Se o UFC decidisse resgatá-lo, eu daria as boas-vindas para ele, com certeza. Eu sou um cara que treinaria para nocautear ele e teria bom gosto em fazer isso”, disparou o ‘Deus da Guerra’.

Ainda pensando em uma superluta, Figueiredo também fez questão de desafiar outro grande nome do UFC, que se aposentou recentemente. Desta vez, o chamado foi por Henry Cejudo.

“Eu queria resgatar o Cejudo. Ele se aposentou. Acho que está faltando um cara para enfrentar, que sou eu. Ele já bateu em uns caras de nome, mas ainda tem essa luta para fazer comigo. Se ele topar fazer essa luta na 61kg. comigo, eu subo para lutar com ele”, finalizou.

 

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments