Peso pesado do UFC é condenado a quase dois anos de prisão por agressão, na Austrália

Ben Sosoli é punido por incidente ocorrido em uma boate em Melbourne, onde trabalhava como segurança

B. Sosoli em pesagem pelo UFC. Foto: Reprodução/Instagram

Representante dos pesados (até 120,2kg.) do UFC, Ben Sosoli está enfrentando um problema sério com a justiça australiana. O atleta foi condenado a 22 meses de prisão por agressão em um bar em Melbourne, onde o lutador trabalhava como segurança. A informação foi divulgada pela ‘Australian Associated Press’.

PUBLICIDADE:

Veja Também

O incidente aconteceu em 2019, quando Sosoli teria tentado impedir a entrada de um homem no estabelecimento. Segundo a notícia, a vítima teria reagido até que, em um momento, foi atingida por um soco de Ben, que resultou em uma fratura de mandíbula. O advogado do peso pesado usou o argumento que o acusador estava embriagado e ameaçava esfaquear os seguranças.

De acordo com as informações, o atleta se declarou culpado e deverá cumprir 11 meses de prisão até que possa ter direito à liberdade condicional. A pena aplicada a Sosoli, segundo o juiz do caso, Gavan Meredith, se faz justa por se tratar de um lutador profissional totalmente consciente das consequências de um golpe.

PUBLICIDADE:

Ben ingressou no UFC em 2019, na luta contra Greg Hardy. Descoberto pelo ‘Dana White’s Contender Series’, o australiano, em um primeiro momento, havia perdido na estreia, mas teve o resultado revertido depois que o rival fez uso de uma bombinha de asma no intervalo de um dos rounds.

Na segunda apresentação, Sosoli acabou sofrendo sua primeira derrota oficial. Na ocasião, o combatente foi batido por nocaute pelo brasileiro Marcos Pezão, em fevereiro deste ano.

PUBLICIDADE:

Podcast #45: Volkanovksi sem desafiante e brasileiros no 1º UFC do ano



Comentários

Deixe um comentário