Antônio Arroyo promete grande apresentação no sábado, pelo Ultimate: 'Não passa do segundo round' | SUPER LUTAS

Antônio Arroyo promete grande apresentação no sábado, pelo Ultimate: ‘Não passa do segundo round’

Buscando a primeira vitória com as luvas da organização, brasileiro Deron Winn no UFC Las Vegas 17

A. Arroyo buscará a primeira vitória pelo Ultimate no UFC Las Vegas 17. Foto: Reprodução/Instagram

Depois de mais de um ano sem subir no octógono, Antônio Arroyo está de volta à ativa. Neste sábado (19), o brasileiro enfrenta Deron Winn no UFC Las Vegas 17 e busca a primeira vitória com as luvas da organização. Em entrevista ao ‘Combate, o paraense falou sobre a expectativa para o confronto e também avaliou a renovação de atletas tupiniquins no peso médio (até 83kg.) da companhia.

Veja Também

“Nesse sábado vou entrar com muita energia, com toda aquela vontade de lutar que estou guardando há um ano. Se Deus quiser essa luta não passa do segundo round. Do primeiro eu não sei, mas do segundo não passa”, afirmou o brasileiro.

Conhecido por sua versatilidade, misturando as qualidades tanto na luta em pé, quanto no chão, Arroyo chegou ao Ultimate depois de vencer duas lutas no ‘Dana White’s Contender Series’ (2018 e 2019). Com 31 anos, o brasileiro chega ao UFC como uma das promessas do peso médio, que não tem um atleta tupiniquim como campeão desde Anderson Silva.  Pensando em recolocar seu país no topo do grupo, Antônio falou sobre a nova geração que chega à empresa.

“Está na hora do MMA brasileiro dar essa renovada. Estamos fazendo isso aos poucos. Agora, a gente está vindo com muitos atletas juntos. A gente teve uma primeira leva na época do (Paulo) Borrachinha, que veio alguns, agora estão vindo muitos, porque entrou muita gente no ‘Contender Brasil’ e depois nesse último ‘Contender Series’. Acho excelente, o MMA é isso, tem que renovar, tem que passar o bastão. A responsabilidade tem que ser dividida, não tem que ficar só nos caras que são mais antigos. E assim como também a promoção das lutas e tudo, isso é um peso que eles carregam”, finalizou.

Enquanto Arroyo quer conquistar o primeiro triunfo pelo Ultimate, Winn quer se afastar de uma situação complicada na carreira. Com duas derrotas consecutivas, o norte-americano pode se complicar, caso seja batido pelo brasileiro, e ser eventualmente dispensado.

Comentários

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments