Anderson Silva se desentende com antigo companheiro de equipe nas ruas de Curitiba

Spider e José Pelé Landy tiveram de ser contidos por segurança para evitar uma briga entre os lutadores

Anderson SilvaAnderson Silva está escalado para enfrentar Chris Weidman no UFC 162, dia 6 de julho, mas por pouco o lutador brasileiro não se envolve uma luta antes de sua defesa de cinturão no Ultimate. De acordo com uma notícia do Portal do Vale-Tudo, o Spider teria discutido com o ex-companheiro de equipe, José Pelé Landy, nas ruas de Curitiba e os dois só não chegaram as vias de fato porque um amigo e diversos seguranças teriam impedido o conflito.

De acordo com o site, Anderson corria na companhia de um amigo quando Pelé, que passava de carro pelo local, viu o desafeto e resolveu retornar para tirar satisfações sobre os relatos dados sobre ele no livro que conta a vida do Spider. Em sua autobiografia, escrita pelo jornalista Eduardo Ohata, Anderson Silva conta alguns episódios polêmicos envolvendo José Landi e o fundador da Chute Boxe, o treinador Rudimar Fedrigo. Os relatos do “Spider” irritaram Pelé, o que teria motivado o desentendimento entre eles em Curitiba

“Eu o vi correndo na canaleta do expresso, dei a volta e o intimei para lutarmos. Ele disse que lutaria, mas logo apareceu um carro cheio de seguranças dizendo que não haveria luta nenhuma. O Anderson começou a gritar me chamando de maloqueiro. Eu também o xinguei bastante e disse que ele era campeão lá fora e que em Curitiba ele não era nada. Ele sempre me desafiou, eu aceitei e o venci duas vezes, agora sou eu que o estou desafiando. Desejo pra ele vida longa com o cinturão do UFC que dá tanto orgulho a todos os curitibanos, mas acho que devemos isso a Curitiba: Anderson x Pele parte 3: quem sabe num UFC em Curitiba”, disparou Pelé.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments