Recurso de Napão é negado e derrota para Travis Browne é mantida

Comissão Atlética de Nevada julgou legal o nocaute sofrido pelo brasileiro no TUF 17 Finale

T. Browne desfere uma série de cotoveladas em G. Napão no TUF 17 Finale. Foto: Josh Hedges/UFC

Browne desfere uma série de cotoveladas em Napão. Foto: Josh Hedges/UFC

Apesar da movimentação de bastidores de Gabriel Gonzaga e sua equipe para reverter o resultado do combate do brasileiro no TUF 17 Finale, Travis Browne vai permanecer como o vencedor da luta. Isso porque, de acordo com o agente do lutador, Marco Alvan, a Comissão Atlética de Nevada negou o recurso de Napão.

“Embora a gente discorde e esteja decepcionado com a decisão da comissão, nós a respeitamos. Gonzaga preferiria resolver a questão dentro do cage com Travis, se o UFC lhe der a oportunidade”,  disse Alvan ao site MMA Junkie.

Gonzaga foi derrotado por Browne na segunda luta do card principal do TUF 17 Finale por nocaute técnico, após uma série de cotoveladas. O lutador e seu pessoal questionaram muito a decisão, alegando que os golpes do oponente teriam atingido a nuca de Napão – o que é considerado ilegal.

O empresário de Travis Browne, John Fosco, também se manifestou sobre o episódio. O agente disse respeitar o direito do brasileiro questionar a decisão, mas revelou estar aliviado pela manutenção do resultado. “Neste ponto, Travis bateu Gabriel de forma justa. A decisão reflete isso. Travis está de olho em um objetivo, e este objetivo é o cinturão peso-pesado do UFC “, disse Fosco.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments