William Patolino e Leo Santos fazem a final do TUF Brasil 2

Patolino passou por Viscardi, enquanto Leo se aproveitou da lesão de Santiago Ponzinibbio para avançar a decisão

Patolino (foto) e L. Santos fazem a final do TUF Brasil 2. Foto: Divulgação /  UFC

Patolino (foto) e L. Santos fazem a final do TUF Brasil 2. Foto: Divulgação / UFC

Os cariocas William Patolino e Leo Santos são os finalistas da segunda edição do TUF Brasil. No 12º e último episódio desta temporada, Patolino derrotou Viscardi Andrade, enquanto Leo foi superado por Santiago Ponzinibbio, mas como o argentino sofreu uma fratura na mão durante a semifinal e não terá condições de luta, Santos ganhou a oportunidade de disputar a decisão. Com o resultado deste domingo (02) Rodrigo Minotauro emplaca dois atletas na final do reality e vence o desafio pessoal com Fabrício Werdum.

O programa

Antes do anúncio das lutas semifinais, o presidente do UFC, Dana White, pediu para falar com os treinadores sobre como eles gostariam que fossem formados os combates. Werdum sugeriu o duelo entre Viscardi Andrade e William Patolino. Por sua vez, Minotauro gostou do confronto.

Depois o dirigente questionou sobre quem os técnicos consideravam o melhor lutador na casa. Werdum foi enfático e cravou o único representante do seu time: “Eu acho o Viscardi”, disse Fabrício. Dana rapidamente retrucou: “Por que eu achava que você ia dizer isso”, brincou. Já Minotauro, que tinha três atletas na disputa, optou pelo argentino Santiago Ponzinibbio.

Além de falar com os técnicos, Dana White também ouviu os semifinalistas sobre qual adversário eles gostariam de enfrentar. Como era de se esperar, os três lutadores do time de Rodrigo Minotauro pediram para medir forças Viscardi Andrade, único representante da equipe Werdum.  Já Viscardi voltou a pedir a disputa diante de Patolino.

Após a opinião dos lutadores, o anúncio das semifinais foi feito. Como era de se esperar, Viscardi Andrade vs. William Patolino e Leo Santos diante de Santiago Ponzinibbio foram os duelos escolhidos.

Santiago Ponzinibbio vs. Leo Santos

Companheiros na equipe de Rodrigo Minotauro durante todo o programa, Santiago Ponzinibbio e Leo Santos fizeram um duelo equilibrado na primeira semifinal da noite. Conhecido por suas habilidades no jiu-jitsu, Leo mostrou boa evolução na luta em pé e começou surpreendendo Santiago.

Com maior envergadura, o atleta carioca acertou  bons socos no argentino, que andava pra frente tentando encurtar a distância.  Leo chegou a um knockdown com um overhand de direita, mas Santiago se recuperou bem e voltou com tudo para disputa. Santos conseguiu levar a disputa para o solo no primeiro round, mas Ponzinibbio rapidamente se levantou.

Na metade final da primeira parcial,  Santiago já controlava a distância e acertava nos melhores golpes, porém, Leo respondia os ataques do rival com golpes retos.

No segundo round, Ponzinibbio controlou melhor as ações e se esquivava dos ataques de Santos. O lutador argentino ainda evitou as quedas do rival que já aparentava cansaço.

Já no terceiro assalto, Santiago começou melhor, acertando mais golpes na trocação. Porém, Leo conseguiu uma queda e ficou por cima na luta. Ponzinibbio ainda conseguiu se levantar, mas foi novamente levado para o chão e Santos terminou a peleja montado.

Após 15 minutos de intensa batalha,Santiago Ponzinibbio levou a melhor na decisão unânime dos juízes e garantiu a primeira vaga na final do TUF Brasil 2.

“Primeiro argentino campeão do TUF, depois primeiro argentino campeão do UFC. Argentina e Brasil: ‘Tamo junto’ e misturado”, cravou Santiago.

Porém a grande surpresa veio no final do programa. A edição do episódio informou que a lesão na mão de Santiago era grave e Leo Sanos foi o escolhido para avançar as finais do reality.

William Patolino vs. Viscardi  Andrade

Viscardi Andrade e William Patolino travaram uma verdadeira batalha pela última vaga na final. O duelo começou estudado, mas Patolino logo tomou a iniciativa e acertou uma boa combinação de socos no rival.  Por sua vez, Viscardi girava no octógono e entrava no raio de ação apenas para soltar seu potente golpe de direita.

Na metade do round, o representante do time Werdum conectou um potente cruzado e levou William a knockdown. Porém, o atleta do time Minotauro se levantou rapidamente e evitou ser golpeado no solo. Recuperado do susto, Patolino acertou um bom soco que abriu um corte próximo ao olho do oponente. No final da parcial, Andrade ainda conseguiu levar a disputa para o solo e terminar o round por cima.

No segundo assalto, o atleta carioca cresceu na disputa. Esbanjando confiança, Patolino abaixou a guarda, girou e conectou os melhores golpes. Viscardi até acertou outro bom golpe de direita, que fez o oponente balançar, mas ele não conseguiu dar prosseguimento ao ataque.

Com o duelo equilibrado, o terceiro round seria o responsável por definir o dono da última vaga na final do TUF Brasil 2. E, aparentando melhor preparo físico, William Patolino foi quem garantiu o direito de disputar o contrato do UFC.

Viscardi até teve o melhor momento no início, quando ele acertou uma boa combinação de golpes, mas Patolino reclamou de um golpe ilegal e a disputa foi paralisada. Fabrício Werdum, acreditando se tratar de uma catimba do rival, reclamou da decisão do árbitro Mário Yamazaki.

Mas logo no recomeço da luta, Patolino encerrou a disputa. Ele acertou um cruzado de direita e levou Andrade ao solo. Sem perder tempo, ele conectou vários socos por cima e forçou a interrupção da luta por nocaute técnico.

Emocionado com a vitória, Patolino foi até o local onde estavam os atletas do time Werdum e abraçou Márcio Pedra, seu companheiro de equipe fora do programa. “Era pra ser eu e você nessa final, cara”, disse William, que ainda embolsou R$ 15 mil de prêmio pela vitória oferecido pelo técnico Rodrigo Minotauro.  Por sua vez, o treinador não saiu de mãos vazias. Por ter garantido dois atletas na final do TUF Brasil 2, Minotauro ganhou um carro do patrocinador do programa.

A grande decisão do TUF Brasil 2 acontece no próximo sábado (08), em Fortaleza, onde William Patolino mede forças diante de Leo Santos. O card terá como atração principal o duelo entre os técnicos Fabrício Werdum e Rodrigo Minotauro.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

2 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
mestre
mestre
7 anos atrás

Chupa Viscardi (Arrogante mala do Caralho) tomo um PAU!!!

Oscar
Oscar
7 anos atrás

Fico triste em saber que o Argentino não vai estar nesta final.
Agora resta torcer para o Leo Santos. Ontem fui dormir com a alma lavada depois de ver o Patolino massacrar aquele boçal. Quando o Patolino e o Viscardi subiram para lutar não se sabia qual era o mais seboso. Mas com certeza o Patolino tinha que levar esta. É incrível, mas o Argentino era o mais humilde entre todos. tenho certeza que ele terá sua chance.