Anderson não trata luta contra Weidman como especial: ‘Dia normal de trabalho’

Diante de seu maior desafio dentro do octógono, brasileiro não vê nada de especial em luta do UFC 162

A. Silva trata luta contra Weidman como um diz normal de trabalho. Foto: Reprodução/Youtube

A. Silva trata luta contra Weidman como um diz normal de trabalho. Foto: Reprodução/Youtube

O brasileiro Anderson Silva terá no próximo sábado (06), na luta principal do UFC 162, o maior desafio de sua carreira como campeão dos pesos médios. O jovem Chris Weidman, de 29 anos, invicto no MMA e que para muitos tem o jogo perfeito para neutralizar o campeão tupiniquim.  Porém, apesar do enorme desafio, o Spider não vê o embate diante do norte-americano como algo especial.

Na coletiva de imprensa que antecede o embate, Anderson, aparentando muita tranquilidade, garante que não vê o duelo diante da revelação norte-americana como diferente dos demais compromissos no octógono.  “Nada de especial. E um dia normal de trabalho”, disse Anderson, que também foi perguntado sobre o fato de muitos brasileiros terem ido até Las Vegas para torcer por ele.

“Estou muito feliz com esse apoio e é normal essa competição sadia entre Brasil e Estados Unidos. Claro que no dia terão mais americanos e a torcida dele estará maior, mas luta é luta. Vamos torcer para que dê tudo certo para nós (brasileiros) no sábado”, encerrou.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments